Publicidades
DestaqueGeralPolitica

Assis recorre de decisão sobre questão de ordem: sem crime não pode haver impeachment‏

Na Comissão do Impeachment, que analisa denúncia contra a presidenta Dilma, o deputado Assis Carvalho solicitou a suspensão do processo por ausência de justa causa. “Não há crime de responsabilidade. As alegadas pedaladas fiscais não foram sequer analisadas pelo Parlamento ainda”, argumentou o deputado.

 Assis6

O presidente indeferiu a questão de ordem, alegando que não cabe à presidência da Comissão analisar o que é e o que não é crime de responsabilidade; que o juízo é preliminarmente do presidente da Casa e, posteriormente, do colegiado; que a presidência da comissão não pode fazer juízo de valor sobre o valor da denúncia.

O parlamentar recorreu da decisão. “O que vemos aqui é o desespero para encontrar um crime que não existe. Chamaram alguém de criminoso e agora procuram imputar à presidenta da república um crime que não ocorreu”, destacou o deputado.

Ainda durante a reunião da comissão, que ocorreu na manhã desta terça-feira (29), cidadãos do Comitê Pró-Democracia ofereceram flores aos parlamentares em um ato que defende a manutenção da democracia brasileira e que repudia a tentativa de golpe.

Fonte: ASCOM

Comentários

Artigos relacionados

Fechar