Brasil está entre os países que mais acessam jogo do dinossauro do Chrome

12

Em setembro, o Google completa 20 anos e o Chrome completa 10. Para comemorar, a empresa revelou segredos sobre o desenvolvimento do jogo de dinossauro, um easter egg escondido no navegador, que só aparece quando o usuário fica offline.

Um dos segredos é de que o Brasil está entre os países que mais acessam o game, juntamente com o México e a Indonésia. Segundo os criadores do minigame, o sucesso nestes mercados tem a ver com a instabilidade ou o alto preço do acesso à internet móvel. Quanto mais vezes a conexão cai, mais vezes as pessoas acessam o jogo.

O minigame estreou no Chrome em 2014 e foi criado por três membros da equipe de experiência de usuário do navegador, os engenheiros Edward Jung, Sebastien Gabriel e Alan Bettes. O blog oficial do Google publicou nesta semana uma entrevista com os três sobre os bastidores da criação do easter egg.

Segundo Sebastien, a ideia surgiu em 2014. A escolha por um dinossauro tem a ver com o conceito de “voltar à era pré-histórica quando não tinha Wi-Fi”, ele conta. “Os cenários de cactos e o deserto fizeram parte da primeira iteração da página ‘você está off-line’, enquanto o estilo visual é um aceno à nossa tradição de usar pixel-art nas ilustrações de erro do Google Chrome.”

Internamente, a ideia tinha o nome de Project Bolan, em referência a Marc Bolan, vocalista da banda T.Rex. Os engenheiros do Google chegaram a pensar em dar ao pequeno dinossauro de 8-bit uma animação de rugido com direito a efeitos sonoros, mas acabaram optando por deixar o minigame o mais minimalista possível.

Além disso, Edward conta que este foi o primeiro jogo que ele fez na vida. “Eu tive que descobrir muita coisa – física de salto, detecção de colisão e compatibilidade entre plataformas. A primeira iteração era terrível em dispositivos Android mais antigos, então acabei tendo que reescrever tudo”, conta o engenheiro.

A entrevista também conta com algumas curiosidades. Por exemplo: o jogo foi desenhado para levar 17 milhões de anos para chegar ao fim. Este é o mesmo tempo em que os tiranossauros habitaram a Terra, segundo os estudos mais recentes. Obviamente, ninguém conseguiu zerar o game até hoje.

Outra curiosidade é que o game do dinossauro é jogado 270 milhões de vezes por mês no mundo todo, tanto em PCs quanto em celulares. A popularidade é tanta que a equipe do Chrome teve que inserir no navegador uma ferramenta para que administradores de sistemas possam desativá-lo. Aparentemente, “crianças em escolas, e mesmo adultos que deveriam estar trabalhando, ficavam realmente entretidos”.

Hoje, é possível acessar o jogo mesmo sem estar offline. A equipe criou a URL chrome://dino que permite acessar o game em tela cheia e até num “modo arcade”. Recentemente, o minigame ganhou uma versão especial de aniversário, com direito a chapéu de festa e bolo – segundo os engenheiros, de baunilha.

Fonte:Olhar digital

Comentários