Publicidades
Polícia

Cabo da Polícia Militar é preso por roubo de cobre em Teresina

O crime aconteceu no almoxarifado da Equatorial Piauí, em abril deste ano.

Um cabo da Polícia Militar, identificado como Edvaldo Gomes Silva, foi preso provisoriamente na manhã desta sexta-feira, 02 de setembro, pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) em Teresina, por participar de roubos ocorridos no almoxarifado da Equatorial Piauí e na sede da transportadora GS Sucupira em abril deste ano.

Na ação da GRECO, um outro envolvido foi preso, identificado como Paulo Henrique Costa Dias. No dia 07 de abril, no Almoxarifado da Equatorial, os acusados usaram a farda da Polícia Militar para roubar o cobre. Eles tentaram invadir o local para levar o metal, mas sem sucesso. De acordo com o delegado Tales Gomes, coordenador da GRECO, eles subtraíram coletes e revólveres dos seguranças do local. Já contra a transportadora, no dia 17 do mesmo mês, eles conseguiram roubar uma carga de celulares. Os acusados serão interrogados e encaminhados ao sistema prisional em seguida.

Edvaldo Gomes já havia sido preso pela Polícia Civil durante a Operação Largitio, acusado de fazer associação com traficantes da zona Sudeste de Teresina para facilitar a comercialização de entorpecentes na região.

A GRECO efetuou outras prisões nesta sexta, sendo uma dupla identificada como Charles da Silva e Francisco Marcelo de Sousa. Eles são acusados de comprar carros em uma rede social através de estelionatos. Em nota, a Polícia Militar informou que Corregedoria Geral da PMPI acompanha o caso e está tomando todas as medidas legais cabíveis que o caso requer.

Fonte: Meio Norte
Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar