Publicidades
Politica

Comitê Pro Piauí define estratégias para retomada de atividades

O Comitê Pro Piauí realizou, nessa segunda-feira, 08, a primeira reunião. A entidade coordena o programa Pacto de Retomada Organizada das Atividades Econômicas – o Pro Piauí.

O grupo é coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), com a participação de representantes da Secretaria de Governo (Segov), Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Divisão de Vigilância Sanitária; Associação Piauiense de Municípios (APPM), Prefeitura de Teresina, representantes dos trabalhadores e dos empresários e Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-PI).

Segundo o secretário de Estado do Planejamento, Antonio Neto, o primeiro encontro foi muito participativo. “Nós avaliamos questões importantes no que diz respeito à forma que vamos finalizar os protocolos das três atividades que estão sendo sinalizadas para o início do processo de reabertura: a construção civil, o setor médico e clínicas, além do setor automotivo, peças e oficinas”, comenta o gestor.

O comitê deliberou a realização de uma campanha publicitária direcionada aos empreendedores e empresários com as formas de adesão ao protocolo, explicando quais são as responsabilidades, tanto dos empresários, como dos trabalhadores, além dos clientes, nesta nova forma de convivência, uma vez que devem ser adotadas uma série de medidas sanitárias, estabelecidas pelo protocolo.

Ficou pautada para esta terça-feira, 09, uma conversa com o segmento de transporte do estado, com a participação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e dos empresários do setor, para ser discutida a questão do transporte coletivo de Teresina, que vai impactar diretamente no deslocamento dos trabalhadores. “Precisamos dialogar com o segmento para ver que saídas serão encontradas para facilitar o transporte sem aglomerações”, explicou Antonio Neto.

Além disso, também está sendo preparado um cronograma de ações para os empresários, que cada empresa deverá adotar para começar as atividades. “É um passo a passo importante para que as empresas possam treinar os trabalhadores, orientar o comportamento de clientes e fornecedores. O governo vai fazer a parte de publicidade; e os empresários, adequando os seus protocolos, vão fazer a parte de orientação e educação dos trabalhadores e segmentos que fornecem mercadorias e serviços”, falou Antônio Neto.

Nesta terça-feira, 09, será a primeira discussão para a finalização do protocolo definitivo do setor de construção civil. Depois começam os diálogos com o setor médico e o segmento automotivo. “Vamos preparar cada segmento, de tal forma que até o fim desta semana teremos esta tarefa finalizada, para que haja a definição da liberação do funcionamento desses setores”, concluiu o secretário do Planejamento.

Fonte: 180 Graus com informações da CCOM
Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar