CrônicasMancheteOeirasPolitica

Crônica: A verdade salva!

O melhor IDEB, em 2017, no nosso Estado, foi o município de Castelo do Piauí, 7,3 pontos percentuais.

Em face de diversos fatores ao dos anos, que não cabe aqui discriminar, a olhos vistos percebe-se a melhoria da educação básica, em Oeiras, tanto da rede particular e pública de ensino.

Para a satisfação de todos nós, soubemos, no ano passado, que a nossa cidade, em 2017, atingiu a pontuação de 7,1 do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, um indicador criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas.

Este tento — não era para menos — foi decantado em verso & prova. Anunciado como o maior do Piauí. Isto eleva a nossa autoestima, mormente para professores, alunato e gestores municipais.

No âmbito do “Congresso das Cidades”, encerrado ontem (08.05.2017), em Teresina, o economista Herton Ellery Araújo, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA, ministrou a instigante palestra intitulada “Experiências Exitosas para Melhorar a Educação em Regiões com Baixos Índices de Desenvolvimento”.

Durante a sua exposição, trouxe uma informação por mim desconhecida. Sem nenhum demérito para Oeiras, quem atingiu o melhor IDEB, em 2017, no nosso Estado, foi o município de Castelo do Piauí, 7,3 pontos percentuais.

Ademais, ao contrário do que foi massivamente publicado na imprensa, inclusive no jornal espanhol “El País”, nenhuma escola particular de Oeiras foi fechada em face da suposta migração de alunos para a rede municipal de ensino

A verdade salva!…

Por Carlos Rubem

Comentários
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar