Publicidades
DestaqueEventosManchete

Desmedicalização da vida é tema de roda de conversa em Oeiras

O Por do Sol com Elas é uma iniciativa do Coletivo Esperança Garcia. O encontro está em sua terceira edição onde irá abordar a temática sobre desmedicalização e empoderamento feminino. Neste próximo bate papo mulheres fortes e corajosas como Esperança Garcia terão oportunidade de ter um momento de reencontros, abraços, histórias de superação e surpresas. 

” O Pôr do sol com Elas não é nada muito formal, é  levantado uma questão e nós deixamos as mulheres falar sobre suas experiências, dúvidas e medos”, assim explica a psicóloga e integrante do grupo, Millena Faustino.

Há dez meses o Coletivo Esperança Garcia vem realizando atividades na Capital da Fé. Temáticas como o papel da mulher na sociedade, os tipo de violência contra a mulher, aceitação do corpo e câncer de mama já fizeram parte das rodas de conversas.

O evento acontecerá na Praça da Juventude, bairro Canela em Oeiras, no dia 11 de junho, as 16:30h.

 

Esperança Garcia

Esperança Garcia se destacou por ter sido corajosa a ponto de escrever uma carta ao governador do Piauí, Gonçalo Lourenço Botelho de Castro, denunciando os maus tratos sofridos por ela, seus filhos e companheiras.


A carta é datada de 06 de setembro de 1770. É o documento mais antigo de reivindicação de uma escrava a uma autoridade e um ato revolucionário. Primeiro, por vir assinado por uma mulher, já que mulher escrever nesta época era uma raridade.


As mulheres eram vítimas da estratégia de seus pais de mantê-las distante das letras, a fim de evitar que as mesmas escrevessem bilhetinhos para os seus namorados. Segundo, por se tratar de uma petição escrita por uma mulher negra.


Ela viveu na região de Oeiras na fazenda de Algodões, a mais ou menos 300 km de Teresina. Essa fazenda, juntamente com outras dezenas de estâncias, pertenciam à inspeção de Nazaré, onde é hoje o município de Nazaré do Piauí.

 

Comentários

Artigos relacionados

Fechar