Publicidades
Geral

Empresário quebra nariz e mandíbula de modelo e se diz arrependido

O empresário Felipe José Pereira de Jesus, de 24 anos, se diz arrependido da briga durante a qual quebrou o nariz e a mandíbula da ex-namorada, a modelo Gabriela Casellato Brito, de 24. Em entrevistanesta quarta-feira, 03, o rapaz afirmou discordar de alguns pontos do relato da modelo e ressaltou que, apesar de uma medida protetiva obrigá-lo a manter a distância mínima de 100 metros dela, ele “jamais quer encontrá-la novamente”.

A briga ocorreu um dia após os dois terminarem um relacionamento de um ano, em 17 de janeiro. Apesar de a família da modelo morar em cidades do litoral de São Paulo, os dois dividiam o apartamento dela na capital paulista, onde aconteceu a discussão.

No dia anterior à agressão, segundo a modelo, ela terminou o relacionamento com Felipe e recebeu dele uma mensagem em tom ameaçador, que dizia: “Você foi bem corajosa esta noite”. Ela diz que, na manhã do dia 17, dormia no apartamento quando, repentinamente, despertou. Ao acordar, percebeu que estava com diversos ferimentos no rosto e ensanguentada. Ela também reparou que o ventilador estava danificado no chão, o que a fez pensar que poderia ter sido agredida com o objeto.

A jovem relatou que levantou da cama e se deparou com o ex-namorado dentro do apartamento. Ele ainda teria oferecido gelo para ela colocar nos machucados. Nesse momento, a modelo conta que percebeu que tinha sido brutalmente agredida pelo ex-namorado, a ponto de perder a consciência.

Em seguida, ela pediu socorro à vizinha. Nessa hora, ainda segundo a modelo, o ex-namorado fugiu. Ela prestou queixa contra o rapaz por agressão e conseguiu na Justiça uma medida protetiva que o obriga a manter a distância mínima de 100 metros dela.

Versão do ex-namorado

O empresário admitiu as agressões e se disse “muito arrependido por ter pedido a cabeça”. No entanto, o jovem fala que a ex-namorada mentiu em alguns pontos de seu relato.

Segundo Felipe, o casal estava brigando desde o dia anterior, quando Gabriela saiu com amigas após uma discussão entre os dois. A mensagem deixada para ela, na qual a chamava de “corajosa”, foi por ter saído sair sozinha. “Foi no sentido de: ‘depois de tudo o que fiz por você, você some do mapa assim?’ Não foi uma ameaça”, disse.

No dia da agressão, ele afirma que invadiu o apartamento da modelo para verificar se ela tinha mesmo voltado da balada, porque acreditava ser mentira. Então, chegando ao quarto, encontrou Gabriela na cama com outro rapaz.

Segundo seu relato, ele acordou os dois e, durante a discussão, mostrou ao rapaz as redes sociais dela com fotos dos dois, tentando provar que ainda se relacionava com a modelo. Enquanto isso, ela teria dito que os dois não tinham nada.

“Na hora em que ela fala para ele que não me conhece, eu acabei dando o primeiro soco nela. Aí, eu saio do quarto e vou para a sala de novo, que é onde eu estou arrumando minhas coisas […]. Quando eu volto, não estava acreditando ainda, e dei outro soco nela. Aí, o ventilador estava na frente da porta. Tirei da tomada e joguei em cima dela, xingando ela”, relatou Felipe.

Questionado sobre se ele se arrepende das agressões, o empresário afirma que sim. “Com certeza. Desde o primeiro momento, bateu o arrependimento na hora. Fiquei com muita dó dela. Me arrependi imediatamente”, disse. “Sei que não justifica uma traição com o ato de agredir ela”, completou.

Felipe não prestou socorro à vítima porque, segundo conta, não tinha condições. “Eu estava esgotado, tremendo de desespero, de raiva, de arrependimento, sei lá. Ela correu para o vizinho, que fechou a porta. Não tinha mais o que fazer”.

O advogado do empresário, Luciano Manoel da Silva, também enviou uma nota de posicionamento de Felipe, na qual afirma que Gabriela pode ficar tranquila. “Jamais a procurarei, pelo contrário, mesmo sem ser intimado das medidas protetivas, evitarei qualquer contato com ela ou seus familiares”, disse em um trecho do comunicado.

Ainda segundo o defensor, Felipe já se apresentou à Polícia Civil, e assim que o inquérito policial for instaurado pelo 53º DP do Parque do Carmo, onde o caso foi registrado, ele dará seu depoimento quando for intimado.

Empresário quebra nariz e mandíbula de modelo e se diz arrependido 2
Empresário Felipe José Pereira de Jesus agrediu ex-namorada em apartamento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Meio Norte

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar