Publicidades
EsportesMancheteOeiras

Exemplo de superação e amor pela pratica esportiva da capoeira

Ele tem um exemplo de vida que pode ser espelho para qualquer pessoa. A história do professor de Capoeira, Manoel Rodrigues Ferreira, popularmente conhecido por Markito, de Oeiras Piauí, chama atenção pela naturalidade, pela veracidade e principalmente pela garra com que se dedica ao esporte.

Exemplo de superação e amor pela pratica esportiva da capoeira 2
Professor Markito cadeirante no centro da foto.

A sua capacidade de superação é tão grande, que serve de incentivo para as novas gerações, sua vida é baseada na dedicação a capoeira, um esporte cultural que o ajudou a enfrentar um problema de cara. Hoje, Manoel Rodrigues Ferreira está em uma cadeira de rodas, mas mesmo com essa limitação, Markito continua desenvolvendo sua paixão pela capoeira, e pelo esporte.

 

Sua história se fundiu com o esporte em 1998; quando despertou seu interesse pelas artes marciais. Markito fez parte também de um grupo de kung fu de Oeiras, a partir daí, foi crescendo a sua afinidade com essa modalidade. Nessa época, a capoeira já fazia parte de sua vida.

 

Porém, no ano de 2003, o Professor foi diagnosticado com um vírus não definido que atingiu a sua medula, nem a medicina foi capaz de explicar o vírus, que o deixou paraplégico. Markito passou 100 dias internado em Brasília. Retornou à Oeiras, e ficou oito messes deitado, dependendo de familiares para necessidades básicas.

 

Hoje, o professor Markito dedica a maior parte do seu tempo, ao grupo RAIZ do Brasil, um instituto com sede em Colônia e filiais em São Miguel do Fidalgo e São José dos Peixes, o grupo incentiva o esporte, através da capoeira e outras culturas.

 

Ele tem um exemplo de vida que pode ser espelho para qualquer pessoa, a história do professor Markito de Oeiras do Piauí, chama atenção pela naturalidade, pela veracidade e principalmente pela garra com que se dedica ao esporte.

 

Em setembro deste ano 2017, o professor Markito comemorou 19 anos de capoeira, e 9 anos de serviços prestados na cidade de Colônia do Piauí, levando o seu trabalho com amor responsabilidade. O mesmo integrou muitas modalidades desportivas, como Futebol society, inclusive realizando campeonatos com times de cidades da região.

 

Oferecendo premiação para os times e competidores. Muito envolvido com a equipe feminina de futsal de Colônia, o professor doou uniforme completa para as meninas como forma de reconhecimento dos trabalhos.

 

“Acompanhando os desafios das meninas do futebol, resolvi fazer uma parceria entre a capoeira e futebol, tendo em vista, a importância e o incentivo às práticas esportivas, afinal a capoeira não é só luta, também é cultura”, frisa Markito.

 

O professor é muito grato a Deus, pelas conquistas alcançadas ao longo de sua trajetória. 

“Agradecer a Deus e a população colonienses, que tem apoiado e participado ativamente do nosso trabalho naquela cidade.  Que envolve os jovens no esporte, evitando que busquem se envolver com coisas que possam vir prejudicá-los no futuro”, finaliza Markito.

Clique na imagem para ampliar:

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo