Publicidades
Geral

Funcionário do edifício Manhattan relata últimos momentos de Firmino Filho

Um funcionário do edifício Manhattan River Center relatou, na manhã desta quinta-feira (08), e contou os últimos momentos do ex-prefeito Firmino Filho antes de cair do 14º andar do prédio na zona leste de Teresina. O funcionário preferiu não se identificar e prestou depoimento na sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e saiu do local por volta de 14h30.

O auxiliar de serviços gerais narrou que entrou, por volta de 13h, em uma sala utilizada para pequenas reuniões de auditores do Tribunal de Contas da União (TCU), e se deparou com o ex-prefeito na área externa da sala, próximo às janelas.

O funcionário comentou que saiu da sala e quando voltou, por volta de 15h10, encontrou o ex-prefeito ainda no local. Segundo ele, Firmino estava mexendo no celular e já se encontrava com os pés fora dos sapatos, próximo ao peitoril da área externa, que tem cerca de 60 centímetros de altura.

Nesse momento, o funcionário contou que cumprimentou Firmino e o ex-prefeito respondeu que “estava pegando um vento”. Depois disso, o homem frisou que deixou o local sem desconfiar do que aconteceria momentos depois, porque segundo ele, algumas pessoas tem o hábito de irem ao local para fazer ligações, por ser o local mais reservado do andar.

Momentos depois que deixou a sala, o auxiliar comentou que recebeu a notícia da queda e da morte do ex-prefeito Firmino Filho. O caso está sendo investigado pelo DHPP e cerca de oito funcionários foram ouvidos pela equipe de investigação.

 

 

 

 

Fonte: GP1

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo