Publicidades
DestaqueOeiras

MP investiga pagamentos indevidos para empresa de funcionária da Secretaria de Educação em Oeiras

O Ministério Público do Estado do Piauí apura possíveis irregularidades praticadas pela Prefeitura Municipal de Oeiras relacionadas a pagamentos indevidos à empresa de funcionária da Secretaria Municipal de Educação.

A funcionária Suely de Azevedo Santos Brito que ocupa o cargo comissionado de Coordenador – I na Secretaria Municipal de Educação e dona da empresa JR AR CONDICIONADO AUTOMOTIVO que estaria recebendo pagamentos indevidos da prefeitura nos anos de 2018, 2019 e 2020.

O Ministério Público do Piauí juntamente com a Promotoria de Justiça de Oeiras, pede que a Prefeitura Municipal de Oeiras em nome do Prefeito José Raimundo de Sá Lopes, no prazo de 10 dias requisite informações ou documentos acerca de procedimento licitatório específico (tomada de preço ou dispensa de licitação), bem como o respectivo contrato firmado com a empresa JR AR CONDICIONADO AUTOMOTIVO, com o encaminhamento de Notas de Empenho, Ordem de Pagamento e Notas Fiscais emitidas em favor da respectiva empresa nos anos de 2018, 2019 e 2020.

DOCUMENTO ANEXO: INQERITO MPF

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar