Publicidades
SaúdeManchete

O governo de SP vai vacinar toda a cidade para verificar a eficiência de Coronavac

A partir do dia 17 de fevereiro, o governo estadual dará início à vacinação em massa dos moradores de Serrana, que faz parte da região metropolitana de Ribeirão Preto. Aproximadamente 30 mil pessoas serão imunizadas, o que representa todos os adultos da cidade. Ao todo, Serrana tem mais de 43.000 residentes.

O lançamento será feito pelo governador João Doria (PSDB) na próxima semana, mas a CNN terá acesso a uma “transmissão ao vivo” produzida no Instituto Butantan da cidade no último sábado (6). Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan da CNN, explicou: “Este é um estudo de eficiência, não um estudo de eficácia”.

O Instituto Butantan financiou integralmente o estudo, que será realizado com a dose restante do teste anterior. Apenas residentes de Serrana podem ser vacinados. Até o momento, os estudos realizados confirmam que a vacina pode proteger as pessoas imunizadas e não vacinadas.

Será verificado agora o impacto da vacina na disseminação de epidemias, como casos novos, óbitos, ocupação de leito de UTI, etc. Em pesquisas normais, esses resultados só podem ser obtidos depois que um país encerrou a vacinação em massa de sua população.

O motivo da escolha das áreas montanhosas é que a cidade é pequena, mas o fluxo de pessoas é bom, o que favorece a disseminação do vírus. Além disso, até 5% da população infectada na cidade – esta é uma das maiores taxas de prevalência no estado.

Em “Vida”, Kovas admitiu ter uma relação pessoal com a cidade porque a sua mulher era serrana, embora tenha salientado que não foi esse o motivo da escolha da cidade.

Serrana será dividida em quatro regiões e as populações serão vacinadas em datas diferentes para comparar o impacto de Coronavac nessas regiões. A aplicação da primeira dose começará no dia 17 de fevereiro e vai até o dia 10 de março. Então, uma segunda dose será administrada.

Com informações da CNN Brasil

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar