Publicidades
Polícia

Operação Apocalipse cumpre mais de 60 mandados contra quadrilha suspeita de roubo e furto de veículos

Mais de 60 mandados judiciais, entre ordens de prisão e busca e apreensão, estão sendo cumpridos durante operação Apocalipse deflagrada pela Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) na manhã desta quarta-feira, 04. Mais de 100 policiais lotados em distritos em Teresina e também no interior, além de especializadas, estão em campo para desarticular organizações criminosas voltadas para o roubo, furto, receptação e adulteração de veículos na Capital.

A investigação teve início em 2018 após o aumento no número de roubos e furtos de motos e carros na Capital quando foi constatada a ação de dois grupos de criminosos que teriam se unido e se organizado para atuar também na receptação e adulteração de veículos.

“Essa operação começou com prisões normais de autoria de furto e roubo de motocicletas e outros veículos automotores. Eles começaram a declinar para quem revenderiam esses veículos roubados. A partir dessas informações instaurou-se inquérito por organização criminosa e chegamos à autoria desses crimes. Essa organização criminosa tem mais de 30 pessoas, mais de dez já se encontram no sistema prisional, ou seja, durante a investigação eles foram presos por outros crimes”, disse o delegado geral da Polícia Civil do Piauí Luccy Keiko.

O delegado explica que entre os presos há ‘especialistas’ em adulteração de chassis dos veículos roubados.

“Muitas motocicletas roubadas e furtadas já tinham endereços certos ali na zona Sul, familiares de um indivíduo conhecido como Diabão. Eles adulteravam esses veículos e tinha uma pessoa que confeccionava documentos para esquentar os veículos. Então, conseguimos identificar muitos autores de roubos, receptadores e as pessoas que adulteravam os veículos e os que falsificavam os documentos”, disse Keiko.

Os mandados judiciais foram deferidos pelo juiz da Central de Inquéritos da comarca de Teresina Luiz de Henrique Moreira Rego, após parecer favorável do Ministério Público.

O nome Apocalipse refere-se ao “fim dos tempos”, expressando a intenção da Polinter de dar fim à criminalidade organizada que contribui para a ocorrência de crimes de furto e roubo de motocicletas, desarticulando um esquema articulado de receptação, adulteração e venda de veículos.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Cidade Verde

Comentários

Artigos relacionados

Fechar