WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está aqui para responder às suas perguntas. Fale conosco!
Olá! Como podemos ajudar?
Polícia

Polícia Federal deflagra operação contra fraudes previdenciários

Cerca de sete pessoas foram presas pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (15). As prisões foram realizadas através da Operação Grande Família, deflagrada hoje e que busca desarticular um grupo criminoso especializado no recebimento de benefícios previdenciários de segurados falecidos. No total estão sendo cumpridos 31 mandados de busca e apreensão e 21 mandados de prisão preventiva nos estados do Piauí e Maranhão.

Segundo a Polícia Federal, foram identificados 639 benefícios previdenciários fraudados. O prejuízo das contas foi estimado em R$ 80 milhões. O grupo criminoso é formado de estelionatários e servidores públicos que falsificava documentos para abertura de contas. Foram determinados ainda a apreensão de veículos, o bloqueio das contas bancárias dos presos e a suspensão do exercício da função pública para os servidores do INSS.

De acordo com a Polícia Federal, os investigados deverão responder pelos crimes de associação criminosa (artigo 288 do CPB), estelionato qualificado (artigo 171, § 3º, do CPB), falsidade ideológica (artigo 299 do CPB), uso de documento falso (artigo 304 do CPB), corrupção passiva (artigo 317, §1º, do CPB) e corrupção ativa (artigo 333, p. u., do CPB).

Até o momento, os presos não tiveram a identidade revelada. A operação seguirá ao longo do dia. A ação recebeu este nome devido ao fato de sete presos pertencerem a uma única família. 

Fonte: Portal O Dia

Comentários

Artigos relacionados

Fechar