Publicidades
DestaqueNoticiasOeiras

Promotor responde declarações do prefeito de Oeiras sobre denúncia do MP

carlosEm nota enviada à imprensa neste sábado (19), o promotor de Justiça, Carlos Rubem Campos Reis, rebate as críticas feitas pelo prefeito de Oeiras e as classifica como petulantes e insensatas. Ontem, Lukano Sá emitiu declarações contestando as denúncias feitas pelo Ministério Público do Estado sobre fraudes em contratos de empresas que prestam serviço à Prefeitura Municipal.

Lukano Sá considera “inverídicas e incompetentes” as constatações feitas pelo Ministério Público em sua investigação e critica a atuação do promotor Carlos Rubem Campos Reis, que coordena a apuração.

Leia também:

Confira a nota na íntegra:

Jus esperniandi

Transitam entre o petulante e o insensato as “reprimendas” do Prefeito de Oeiras,  Lukano Sá, a este Promotor de Justiça, titular, desde 2010, da 2ª Promotoria de Oeiras, cujas atribuições incluem a proteção dos direitos difusos.

Petulante porque é completamente descabido um Prefeito Municipal  –  sujeito, como qualquer agente político, à fiscalização do Ministério Público e de outras instituições de controle externo – pretender determinar o “onde”, o “quando” , o “como” e, até o “porque” este Agente Ministerial deve agir no exercício de uma de suas  funções públicas que é prestar contas à população de sua ação como defensor da ordem jurídica.

Insensato – e grosseiro – porque destrata de maneira torpe um membro do Parquet Estadual no legítimo exercício de suas funções, insultando-o, numa clara tentativa de desqualificar as graves, acusações levadas à publicidade no dia 17 de dezembro de 2015.

Há, também, a ridícula ameaça do “ATÉ MESMO representando-o judicialmente por tamanhas infâmias” coisa que não passa de uma verborrágica BRAVATA.

 

 

Da redação| Portal Integração

Comentários
Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar
Fechar