WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está aqui para responder às suas perguntas. Fale conosco!
Olá! Como podemos ajudar?
BlogCuriosidadesDestaqueEu li

Teoria das Janelas Quebradas

Constituída na escola de Chicago por James Q. Wilson, cientista político, e George Kelling, psicólogo criminologista, em 1982, a Teoria das Janelas Quebradas explica que se alguma janela de uma fábrica for quebrada e não for imediatamente consertada, outras janelas serão quebradas, como se não existisse uma autoridade no local, dando direito aos vândalos fazerem o que querem.

Como nas situações cotidianas em que se vê lixos jogados nas ruas, fazendo com que os cidadãos que andam pelas ruas, joguem lixo no chão. Chega-se a conclusão que a desordem gera desordem.

Os estudiosos, tomando como base a Teoria das Janelas Quebradas, abandonaram dois automóveis iguais em locais diferentes, um no Bronx, periferia de Nova York e o outro no Palo Alto, zona nobre da Califórnia. Tinham o escopo de comparar as diferentes condutas das pessoas, já que pertenciam a classes sociais distintas.

Não deu outra, em poucas horas o carro que estava na periferia foi totalmente depredado, rodas foram furtadas, som, espelhos e o que não dava para vender, foi destruído. Na zona nobre, os pesquisadores se surpreenderam ao ver que depois de vários dias o carro estava intacto, sem nenhum arranhão.

Um deles quebrou as janelas do carro da zona nobre e o resultado foi o mesmo, o carro foi destruído, todas as peças aproveitáveis foram furtadas, assim como na zona periférica.

 

Comentários

Artigos relacionados

Fechar