Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

Após câncer causado por uso de pílula, alemã cria contraceptivo masculino

Uma inventora alemã ganhou o prêmio principal do James Dyson Award por uma forma inovadora de contracepção masculina. O método usa uma espécia de “banho de testículo” para evitar gravidez. O prêmio internacional tem como objetivo “celebrar, encorajar e inspirar designers a terem ideias que solucionem problemas”.

Rebecca Weiss é graduada pela Universidade de Munique. Ela criou o COSO, um aparelho que usa ultrassom para neutralizar temporariamente os espermatozoides.

O método é indolor e precisa ser usado com o intervalo de alguns meses. Ele também não usa hormônios e é totalmente reversível.

Com a premiação, Rebecca ganhou US$ 45 mil (o equivalente a cerca de R$ 250 mil). Agora, ela pretende testar a viabilidade do dispositivo e levantar fundos para testes clínicos.

Rebecca Weiss teve câncer no colo do útero antes de inventar dispositivo premiado

A ideia para criar o projeto partiu de um problema pessoal de Rebecca. Ela teve câncer no colo do útero possivelmente causado pelo uso frequente de pílulas anticoncepcionais. Ao procurem métodos alternativos, ela e o marido perceberam que praticamente não existem métodos contraceptivos para os homens. No caso deles, os métodos estão limitados ao uso de preservativos e a vasectomia, que é permanente.

“O problema não é exclusivamente meu. Afeta muitos outros também. Isso também é evidente na crescente discussão pública atual sobre a falta de alternativas anticoncepcionais. Portanto, decidi lidar com o desenvolvimento de uma nova abordagem anticoncepcional para homens em minha tese de mestrado em Desenho Industrial na Universidade Técnica de Munique”, disse ela ao prêmio.

Fonte: Correio Braziliense
Comentários

Deixe um comentário

Veja também...