Publicidades
GeralPolitica

Aprovada lei que obriga sessões de cinema adaptadas para pessoas com autismo

Foi aprovado nas comissões técnicas da Assembleia Legislativa do Piauí, na segunda-feira, 14,  o Projeto de Lei de autoria do deputado estadual Franzé Silva (PT) que institui a obrigatoriedade da realização de sessão de cinema adaptada a crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) em salas de todo o Piauí. A matéria foi aprovada nas comissões temáticas e segue agora para votação em plenário.

A iniciativa tem como objetivo inserir pessoas com TEA em atividades culturais, de forma a garantir inclusão e melhorar as habilidades sociais desses indivíduos. O projeto prevê que as crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista e seus familiares terão acesso irrestrito à sala de exibição, podendo entrar e sair ao longo da sessão, sempre que desejarem.

De acordo com o parlamentar, é importante oferecer a pessoas com autismo, a possibilidade de participarem de atividades de lazer adaptadas à condição delas, em ambientes onde possam se sentir acolhidas. “Por isso é importante essa adaptação das salas de cinema, para garantir mais tranquilidade às pessoas com autismo, assim como aos familiares que as acompanham”, pontuou.

Segundo a proposta, toda sala de exibição deverá apresentar logo na entrada o símbolo mundial do TEA, que é representado por uma fita colorida de quebra-cabeça. Além disso, as sessões devem exibir os filmes sem propagandas publicitárias ou trailers e o local terá que estar com iluminação adequada e o volume do som reduzido para uma melhor comodidade do público presente.

Após aprovação do projeto em plenário e sanção do Governador Wellington Dias, as salas de cinema situadas em todo o Estado serão obrigadas a reservar, no mínimo, uma sessão mensal destinada a pessoas com TEA e suas famílias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: ALEPI

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo