Em Picos, 18 menores foram abusadas sexualmente

Raimundo Nonato, presidente do Conselho Tutelar de Picos

O Conselho Tutelar de Picos registrou um aumento de mais de 90% nos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes. De janeiro até meados de maio, 18 casos foram denunciados ao órgão e apenas duas pessoas foram presas.

Segundo dados do Conselho Tutelar, o quantitativo atual é superior ao catalogado durante todo o ano de 2017 em que 19 crianças foram abusadas no município.

Para o presidente do órgão, Raimundo Nonato, o aumento frenético nos casos se deve ao poder de conscientização despertado na população, bem como a divulgação dos crimes pelos meios de comunicação.

“A procura e denúncia no Conselho acredito eu que seja devido ao trabalho que os meios de comunicação têm realizado na divulgação de crimes e do nosso próprio trabalho, justificou o presidente.

Raimundo Nonato explicou ainda que as vítimas são meninas com idade entre 05 e 13 anos. Em se tratando dos abusadores, estes são homens acima de 50 anos que possuem laço de parentesco ou proximidade com a família.

“Eles não acarretam nenhum tipo de suspeita, são pessoas em que você confia. São padrastos, tios, padrinhos, vizinhos. Hoje os pais têm que ter mais atenção com os seus filhos, a criança que está sendo abusada dá sinais. É preciso estar atento e acreditar no que a criança diz”, concluiu o conselheiro.

O Conselho Tutelar após receber a denúncia fiscaliza e averígua o caso. Diante da confirmação encaminha o relatório aos órgãos competentes  com poder legal.

FONTE: Folha Atual

Comentários