Publicidades
Geral

Equatorial deixa família sem energia após corte ‘às escondidas’ por conta que seria indevida

Entre as centenas reclamações que o 180 recebe contra a Equatorial Piauí diariamente, uma chamou a atenção pela quantidade de atos que geram estranheza ao consumidor. Uma família teve a energia cortada por atraso em uma conta que foi parar na justiça porque o proprietário da residência alega que foi uma cobrança irregular.

O caso aconteceu na Zona Norte de Teresina e o consumidor, que é trabalhador autônomo, alega que em 2019 teve a energia cortada por causa de um talão que não pôde pagar no prazo. Com muita dificuldade, ele pagou o débito e solicitou que a Equatorial fizesse a religação da energia, pois precisava dela para trabalhar.

Surpresa desagradável
Funcionários da Equatorial foram na casa, ligaram a energia, mas o mês seguinte o usuário teve uma surpresa: uma multa de quase R$ 300 por ligação à revelia.

O homem não entendeu. Sua conta que em média vinha de R$ 300, saltou para R$ 653,97. “Eu estava com a energia cortada, paguei, e pedi para ligarem. Eles vieram aqui, ligaram e foram embora. Se eu tivesse ligado à revelia eu ia pedir para eles viram ligar? E se já estava ligada, por que eles cobraram uma taxa de religação de R$ 32,60? E agora basta eles dizerem que liguei à revelia, botarem a multa no meu talão e eu sou obrigado a pagar? Cadê a prova? Porque não me avisaram?”, disse ele ao 180.

Empresa não quis nem saber
Revoltado, procurou a Equatorial e deu entrada uma reclamação por cobrança incorreta no dia 19 de novembro de 2019, cinco dias antes do talão vencer, mas não teve nenhuma solução para o caso. O dia do vencimento chegou e ele decidiu não pagar, pois acreditava que a conta estava errada e como a empresa não resolveu, preferiu entrar na justiça para solucionar a situação.

Empresa não quis nem saber
Revoltado, procurou a Equatorial e deu entrada uma reclamação por cobrança incorreta no dia 19 de novembro de 2019, cinco dias antes do talão vencer, mas não teve nenhuma solução para o caso. O dia do vencimento chegou e ele decidiu não pagar, pois acreditava que a conta estava errada e como a empresa não resolveu, preferiu entrar na justiça para solucionar a situação.

Equatorial deixa família sem energia após corte 'às escondidas' por conta que seria indevida 2

Nova ameaça de corte
O talão venceu dia 25 de novembro e poucos dias depois já recebeu uma notificação da Equatorial informado que caso ele não pagasse a conta até dia 12 de dezembro, a energia seria cortada novamente. “Eu achei um absurdo, eles mandam a conta errada, não resolvem, cobram por algo que não existe e ainda ameaçam de corte? Com 15 dias de atraso?”.

Equatorial deixa família sem energia após corte 'às escondidas' por conta que seria indevida 3

Corte de surpresa
Com período de final de ano, o consumidor só pôde iniciar a ação judicial em janeiro, a conta de dezembro ele pagou normalmente, mas nesta quinta-feira (30/01), mais uma surpresa: a Equatorial cortou a energia novamente.

O usuário nem estava em casa na hora do corte, apenas sua filha e os netos, que são pequenos. “Eu estava tomando banho e a luz desligou. Pensei que era queda de energia normal, porque aqui falta energia todo dia. Quando sai do banho, minha filha disse que tinha um homem no contador, fui olhar e eles haviam cortado a energia. Argumentei que só havia uma conta em atraso porque a questão já estava na justiça. Eles não quiseram saber, entraram no carro e foram embora. Ameacei chamar a polícia, mas fugiram como se tivessem fazendo algo errado”.

‘Tratam a gente como se fosse cachorro’
A mulher chegou a ir ao posto de atendimento da Equatorial, mas os funcionários debocharam dela e nem quiseram saber de tentar solucionar o problema. “Eles tratam a gente como se fosse cachorro, como a gente é trabalhador, humilde, luta para pagar as contas honestamente, não faz ‘gato’, ai eles acham que podem nos humilhar”.

O débito de 653,97 é a que está na justiça. O outro débito venceu há sete dias.

Quando o consumidor soube do corte da energia, ficou revoltado. Ele trabalha em casa e depende da energia. “Eu não sei mais o que fazer, a Equatorial é um problema atrás do outro. Liguei para lá, e não resolveram nada. Eu preciso trabalhar, como vou conseguir pagar minhas contas sem trabalhar? Agora eu tenho que ficar sem energia até a justiça decidir alguma coisa? Tenho três crianças em casa, a comida já está estragando, e não posso ficar parado, eles não resolvem nada, só querem que a gente pegue, pague, pague, e o serviço é péssimo”.

A audiência dele com a Equatorial foi marcada para o mês de abril. Até as 18h a empresa também não deu nenhuma resposta para a família e a energia não foi ligada.

Equatorial deixa família sem energia após corte 'às escondidas' por conta que seria indevida 4

“Se a gente liga de forma clandestina, ai a gente é culpado, multam a gente, tratam a gente como bandido. Até agora não resolveram nada e a gente vai passar a noite sem energia, é um absurdo”, completou.

180 entrou em contato com a Equatorial. Até a publicação da matéria, não haviam encaminhado a manifestação sobre o caso. O portal está à disposição para os esclarecimentos.

 

 

 

 

 

 

Fonte: 180 Graus

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar