Publicidades
Regional

Estudantes expõem, no Twitter, assédio sexual de professores em Picos

As redes sociais, especialmente o Twitter (local onde toda a discussão iniciou e vem acontecendo), fixaram as atenções dos internautas neste domingo, 31, para um assunto que, ao mesmo tempo em que é delicado, também se tornou um tabu por manter milhares de jovens caladas, sem direito a voz, por muito tempo: o assédio sexual.

Intitulada #exposedpicos, a hashtag* (termo associado a assuntos ou discussões que se deseja indexar em redes sociais) tomou grande proporção após a exposição de professores, jovens, instituições escolares da rede privada de ensino e homens em geral associados ao assédio sexual e conivência a este ato libidinoso.

Estudantes expõem, no Twitter, assédio sexual de professores em Picos 2

Estudantes expõem, no Twitter, assédio sexual de professores em Picos 3

Estudantes expõem, no Twitter, assédio sexual de professores em Picos 4

Inúmeras mulheres, aparentemente estudantes adolescentes e jovens universitárias, tomaram coragem de expor diversas situações vexatórias as quais aconteceram dentro das escolas, em festas e na rua (dia a dia). O passo foi dado após a iniciativa ter grande alcance na capital piauiense, Teresina, após o #exposedteresina, que aconteceu também durante este fim de semana.

Nomes de vários professores, assim como de instituições escolares, foram citados nos chamados “posts”. Até a publicação desta matéria, a reportagem do Cidadesnanet soube da manifestação de apenas uma escola particular que disponibilizou a seu alunado um e-mail para exposição de nomes dos envolvidos e afirmou que tomará as medidas cabíveis junto à delegacia de Polícia Civil.

A maioria das postagens na rede social Twitter são de situações vivenciadas pelas jovens mulheres ou de outras dando apoio ao movimento. Ao procurar a hashtag #exposedpicos, o internauta terá acesso a todos os comentários que estão sendo feitos pelas vítimas, suas amigas e apoiadores do movimento.

Estudantes expõem, no Twitter, assédio sexual de professores em Picos 6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Cidades na Net

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar