Publicidades
ManchetePolícia

Ex-funcionário invadiu a empresa, matou o gerente, atirou em outro trabalhador, suicidou-se

Segundo a polícia, o franco-atirador trabalhou na loja por mais de 15 anos e foi despedido há um ano durante o ajustamento da empresa. Supostamente, um ex-funcionário do ferreiro invadiu a indústria, atirou no gerente da empresa, atingiu outro funcionário na perna e se suicidou em Vila Morais, em Goiânia. Informações divulgadas pela Polícia Militar.

A empresa recebeu um telefonema às 15h30 para responder ao incidente. Segundo o tenente da PM Gustavo Arantes (Gustavo Arantes), o atirador trabalhava na loja de ferragens há mais de 15 anos e foi despedido há um ano.

O oficial explicou ainda que o homem foi primeiro ao escritório do gerente, atirou e matou um funcionário e, em seguida, atirou e matou o gerente que morreu no local. O vice-gerente da empresa também foi alvo de ex-funcionários, mas conseguiu escapar antes de ser atingido. O atirador foi identificado pela polícia como Marciano Leodorico da Silva. Segundo a empresa, o gerente é José Edison Silva.

“Esse atirador achava que o gerente era o responsável pela demissão dele naquela época. Por isso, ele voltou esse tempo depois para matá-lo”, relata o tenente.

A funcionária que atirou na perna tinha 37 anos e estava internada no Hospital de Pronto Atendimento de Goiânia (Hugo). O departamento de saúde disse que sua coxa esquerda foi perfurada. O estado geral de saúde é normal. O homem foi submetido a exames clínicos e de imagem. O hospital informou que ele respirou espontaneamente, estava consciente e em perigo.

Com informações do G1

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar