Publicidades
Destaque

Ex-vereador de Oeiras Bené Nunes morre aos 76 anos

O ex-vereador Benedito Barbosa Nunes, o ‘Bené Nunes’, faleceu na noite desta quarta-feira, 06, aos 76 anos.

Bené Nunes foi vereador por várias legislaturas em Oeiras, e era um autêntico representante da comunidade Buriti do Rei. Na Câmara sempre defendeu com muita firmeza seus ideais e projetos.

Há algum tempo, Bené Nunes vinha passando por problemas de saúde, e passou a ficar mais tempo em Teresina, onde passava por acompanhamento médico, e veio a falecer na noite desta quarta.

Foi casado com a professora Josefina Nunes (In memorian)  com quem teve dois filhos: Carlos Luís e Tarcila.

Seu corpo chegou a Oeiras na madrugada desta quinta-feira, e está sendo velado em sua residência, na Praça Rocha Neto, no Centro de Oeiras.

Câmara Municipal emite Nota de Pesar

A Câmara Municipal de Oeiras, em nome de todos os vereadores e funcionários, lamenta profundamente o falecimento do grande líder político e amigo da cidade, Benedito Barbosa Nunes. Neste momento de dor, demonstramos nossos sentimentos à família e aos amigos.

José Alberto Pinheiro de Araújo
Presidente da Câmara Municipal de Oeiras

Prefeito Zé Raimundo lamenta a morte de Bené Nunes

O prefeito Zé Raimundo lamentou a morte de Bené Nunes, e ressaltou a sua dedicação ao povo de Oeiras, sobretudo os mais humildes: “Foi com muita tristeza que recebemos a notícia do falecimento do ex-vereador Bené Nunes. O Bené Nunes era um político diferente, ele trilhou o caminho do servir e enquanto político sempre representou muito bem o povo de Oeiras, tanto da zona urbana quanto rural, em especial do povoado Buriti do Rei.
Tem um belo histórico familiar, foi um grande cidadão, e atuou com firmeza e paixão, sobretudo na defesa e interesse dos mais humildes, sempre trilhou o caminho do servir. Sempre dedicado à família, aos amigos e ao povo, foi um politico reto, honesto e partidário. Ele cumpriu bem sua missão aqui na terra”
, disse o prefeito.

Ex- vereador Miguel Ângelo diz que Bené Nunes foi um dos maiores vereadores de Oeiras

Companheiro de Bené Nunes na Câmara Municipal de Oeiras, o ex-vereador Miguel Ângelo, disse que Oeiras perde muito com a partida do ex-vereador: “Tive a honra de compor a Câmara Municipal de Oeiras, ao lado de Bené Nunes, que foi um dos maiores vereadores de Oeiras. Sempre atento a tudo que acontecia na cidade. Foi um dos nossos grandes representantes, em especial do povoado Buriti do Rei.
Cidadão de bem, honesto, sempre teve Oeiras e seu povo como prioridade. A cidade perde muito com a sua partida”
, lamenta Miguel Ângelo.

José Augusto Nunes ressalta as qualidades do primo e amigo Bené Nunes

Já o ex-vereador José Augusto Nunes, primo e amigo Bené Nunes, ressaltar as qualidades e a fora firme como sempre atuou na política oeirense; “Se despede de todos nós, no dia de hoje, o primo e amigo Bené Nunes. Irreverente, leal, autêntico e prestativo, defendia com fervor as comunidades que representava, seja no mandato ou fora dele. O povoado Buriti do Rei tem a sua cara, notadamente por que era intransigente na defesa da terra que reserva as minas de “tabatinga” do município de Oeiras.
Fomos vereador em uma mesma legislatura. Autêntico e feroz defensor de suas ideias, não raro, mesmo sendo líder do Prefeito, passava a imagem do opositor principal do poder executivo, bem definido à época pelos Vereadores Pedro Freitas e Miguel Ângelo. Disputou com altivez e foi vencido em acirrado escrutínio para a Presidência da Câmara.
Em tempos de redes sociais, naquela época Bené já exercitava o meio mais influente de comunicação para informar as notícias da capital do Piauí e do Brasil: o rádio! Sempre estava ligado na Pioneira ou Difusora de Teresina, alternando para Globo Rio ou Sociedade Bahia. Assim, por exemplo, antes mesmo de determinada legislação entrar em vigor, já discutia com as instituições financeiras como seria agraciado o calejado trabalhador rural.
Oeiras perde um defensor puro das causas de sua gente; os filhos um pai decente e comprometido com a família; os amigos, como eu, o companheirismo de todos os momentos com um “babuxado”, “arrochado” e “estrovado” papo.
Fica a lembrança do homem sentado na calçada de sua casa recebendo e conversando com os amigos, atento às passagens do bar do Adolfo, na Logradouro Rocha Neto.
Amigo vá com Deus para a morada eterna e encontre a paz celestial ao lado da amada Josefina
“, homenageia José Augusto Nunes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mural da Vila

Comentários

Artigos relacionados

Fechar