Publicidades
Geral

FGTS: 11 milhões de pessoas vão sacar menos de R$ 500. Entenda

Segundo a Procuradoria-Geral da Receita Nacional, isso acontece por conta da irregularidade de depósitos de empresas devedoras

A liberação de novas condições para o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço(FGTS) não é uma certeza para todo brasileiro. Segundo a Procuradoria-Geral da Receita Nacional, cerca de 11,2 milhões de trabalhadores em todo o país vão retirar valores menores do que os devidos ou nenhum dinheiro. As informações são do Extra.

Isso acontece por conta da irregularidade dos depósitos feitos pelas empresas. Ao todo, 226.057 devem R$ 32,2 bilhões em depósitos do FGTS, o que pode reduzir o saldo para os valores a serem retirados no saque emergencial, de até R$ 500 por conta vinculada, e o saque-aniversário, a partir de abril de 2020.

Somente no estado do Rio de Janeiro, por exemplo, mais de 28 mil empresas apresentam débitos, afetando 1,1 milhão de trabalhadores. A dívida chega a R$ 4,8 milhões. Entre os maiores devedores, estão Varig, Vasp, Universidade Gama Filho, TV Manchete e Correios. A relação das empresas endividadas pode ser consultada aqui.

Ainda segundo dados da Procuradoria-Geral da Receita Nacional, pelo menos 331 devedores de todo o país, que somam R$ 1,05 bilhão em atrasos, atravessam processos de recuperação judicial. Outras 401 empresas em débito com as contribuições de R$ 2,7 bilhões do FGTS já decretaram falência.

 

 

 

 

 

Fonte: Metrópoles

Comentários

Artigos relacionados

Fechar