Publicidades
Esportes

FIFA 21: O que já sabemos e o que esperamos da próxima edição do game

Fifeiros e fifeiras ainda não têm muitas novidades sobre FIFA 21, mas as notícias oficiais não vão demorar muito a chegar. A EA anunciou que seu evento online, que sofreu um atraso por conta das manifestações antirracismo que acontecem no mundo todo, deve acontecer em 18 de junho.

Enquanto o anúncio e as primeiras informações sobre FIFA 21 não chegam, resolvemos listar um pouco do que se sabe sobre a nova versão do simulador de futebol, e ainda coletamos algumas das sugestões do que a comunidade gostaria de ver dentro de campo.

FIFA 21: O que já sabemos e o que esperamos da próxima edição do game 2

Vai atrasar?

O fato é que a pandemia afetou o desenvolvimento de games nos mais diversos cantos do planeta, o que pode refletir em FIFA 21. Porém, a EA garante que o game deve sair ainda em 2020.

No mês passado, a empresa revelou seu relatório fiscal e apontou que a janela de lançamento para FIFA 21 deve ser entre julho e setembro. Nos últimos anos, a empresa tem lançado o jogo no mês de setembro, quando as principais ligas europeias estão iniciando novas temporadas.

Resta saber qual vai ser o impacto da parada dos campeonatos no simulador, já que algumas ligas terminaram suas competições, mas outras estão retornando aos gramados após a pandemia estar controlada.

“Cross” com a nova geração

Com o lançamento de FIFA 21 bem próximo da nova geração de consoles, é bem provável que o game seja lançado tanto para as plataformas atuais quanto para PlayStation 5 e Xbox Series X, que devem chegar mais no final do ano. Seria uma boa oportunidade de aumentar o catálogo inicial dos novos videogames, e também a chance de mostrar um novo impacto visual no simulador de futebol.

De qualquer forma, as apostas mais certeiras são de gráficos ainda mais realistas, melhorias na física da bola e na movimentação dos jogadores, tudo graças a uma nova camada de polimento na engine do jogo. Também devem surgir melhorias na atmosfera dos estádios e na interface do game, que simula as transmissões de TV.

Outra mudança que é quase certa: a inclusão dos árbitros de vídeo no jogo. Resta saber como o VAR seria adicionado às partidas, já que, em teoria, ele não seria necessário para um game. O recurso, se bem utilizado, pode dar um tom divertido para a jogatina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: UOl

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar