Publicidades
Esportes

Flamengo vence o Grêmio com reservas e fica a uma vitória do título Brasileiro

O Flamengo segue firme e forte rumo ao título do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (17), mesmo com apenas três titulares em campo, o time de Jorge Jesus venceu o Grêmio em Porto Alegre por 1 a 0. O gol da partida válida pela 33ª rodada foi marcado por Gabigol, de pênalti, mas o atacante acabou expulso no segundo tempo ao ironizar o árbitro Raphael Claus.

Com o placar, o time rubro-negro fica a uma vitória do título brasileiro.
A partida na Arena do Grêmio ainda teve polêmica pelo pênalti a favor do Flamengo. A arbitragem assinalou penalidade sem margem de dúvida, não consultou o VAR e gerou revolta nos donos da casa.

A vitória do Fla termina com o 100% de aproveitamento do Grêmio desde o confronto entre os clubes na semifinal da Libertadores, que terminou com o fatídico 5 a 0 no Maracanã.

O Grêmio acumulava cinco vitórias seguidas, mas mesmo em casa não conseguiu fazer frente. O Flamengo teve as melhores chances e foi mais incisivo.

O time rubro-negro agora soma 81 pontos e o próximo jogo pelo Brasileirão é diante do Ceará, no Rio de Janeiro, no dia 27. O Grêmio para nos 56 pontos.

Na próxima rodada o Grêmio visita o Palmeiras, domingo. O Flamengo antecipou o duelo com o Vasco, que terminou 4 a 4, e entra em campo de novo no sábado (23), contra o River Plate pela final da Libertadores. A decisão será em Lima, no Peru.

O personagem do jogo em Porto Alegre foi óbvio. Gabigol chegou a 22 gols no Brasileirão de pênalti, deslocando Paulo Victor. Foi ele quem protagonizou a jogada que originou o pênalti. E também foi ele que se envolveu em bate-boca com Bruno Cortez, no intervalo. O lateral do Grêmio reclamou das pedaladas do camisa nove. No segundo tempo, Gabriel Barbosa reclamou da arbitragem três vezes e acabou expulso pelo segundo amarelo. Na saída de campo, ele provocou os torcedores gremistas.

Mesmo com escalação diferente em relação ao jogo no Maracanã, que terminou com goleada do Fla e eliminação, o Grêmio foi dominado de novo. A maior posse de bola não garantiu ao time gaúcho contundência e muito menos controle do adversário. Fechou o primeiro tempo sem nenhuma chance real de gol.

Na etapa final, Pepê entrou no lugar de Diego Tardelli e depois vieram André e Felipe Vizeu. O time gaúcho terminou a partida com incríveis seis atacantes. E ainda assim sem pontaria.

Apenas três titulares foram suficientes para referendar os conceitos de jogo do time. O Flamengo se manteve atento, com pressão alta e verticalidade. A defesa avançada tirou espaços do ataque gremista e o meio-campo aplicou intensidade para ganhar o setor.

Depois do intervalo o Fla passou a controlar a partida a partir dos espaços. Ou seja, deu campo ao Grêmio e esperou erros para avançar. A expulsão de Gabigol fez o time gaúcho avançar e a defesa rubro-negra se compactou mais para resistir.

GRÊMIO
Paulo Victor; Léo Moura (Felipe Vizeu), Geromel, David Braz e Bruno Cortez; Maicon, Michel (André), Alisson, Diego Tardelli (Pepê) e Everton; Luciano
Técnico: Renato Gaúcho

FLAMENGO
Diego Alves; Rodinei, Thuler (Rodrigo Caio), Rodholfo e Renê; Piris, Diego (Vinícius Souza) e Lucas Silva (Everton Ribeiro); Arrascaeta, Reinier e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0X1 FLAMENGO
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Danilo Manis (SP) e Anderson Coelho (SP)
Árbitro de vídeo: José Claudio Rocha Filho (SP)
Público/Renda: 30.980 pessoas (28.541 pagantes)/R$ 1.175.820,00
Cartões amarelos: Piris da Motta, Rodinei (FLA)
Cartão vermelho: Gabigol (FLA)
Gols: Gabigol aos 37 minutos do primeiro tempo (FLA)

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: 180graus

Comentários

Artigos relacionados

Fechar