Polícia

Greco prende administrador de empresa com mais de 100 cédulas de identidade falsas

Policiais do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prenderam, na manhã desta quinta-feira (11), administrador de empresa responsável por um escritório de contabilidade situado no bairro Macaúba, zona Sul de Teresina. 

Com ele, a polícia encontrou  mais de cem cédulas de identidade falsas, arma, dinheiro, veículos, cartões de crédito e munições. O administrador Elinaldo Soares Silva foi autuado por uso  de documento falso, falsificação de documento público e estelionato.

O filho do administrador, identificado como  Mateus Araújo Silva, também fazia uso de documento falso, segundo a polícia, e  foi autuado. 

As prisões foram resultado de  investigação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado que apura derrame de cédulas de identidade falsa em Teresina.

De acordo com o delegado do Greco, Thalles Gomes, as falsificações seriam utilizadas para a prática de golpes a bancos e comércios de Teresina e do interior. A polícia não descarta a possibilidade das cédulas terem sido extraviadas do Instituto de Identificação já que os números de série são originais. 

“Vamos formalizar a denúncia das numerações apreendidas hoje para termos uma ideia de onde partiram ou como foi que elas saíram do Instituto (de Identificação)”, explicou o delegado.

Um outro escritório foi alvo de operação da polícia semana passada. Nele foram encontrados fotos que estavam sendo usadas para falsificação de documentos. Algumas das pessoas nas fotos eram procuradas da polícia.

“Algumas pessoas são conhecidas. Temos 10 dias para concluir a investigação. Essas pessoas serão intimadas para saber se foram vítimas ou se estavam sendo beneficiadas por algum golpe a bancos ou comércios”, informou Gomes.

Dois carros apreendidos pertencentes à família de Elinaldo chamam atenção para a questão patrimonial . Os veículos estão avaliados em R$ 105 mil e R$ 200 mil reais. “Há suspeita de procedimento de lavagem de capitais. De antemão, uma pesquisa de CPF demonstrou um patrimônio elevado para a função que ele exercia. Tudo isso será investigado”, concluiu o delegado do Greco.

Para denúncias e informações o GRECO disponibiliza o número (86) 999780749, e garante o sigilo das fontes. 

No início deste mês, a especializada coordenada pelo delegado Tales Gomes,  prendeu um empresário suspeito de vender kits de documentos falsos em Teresina. O público-alvo dele era membros de organizações criminosas que roubam carros no Piauí.

Fonte: Cidade Verde

Comentários
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar