Publicidades
Brasil

Médica grávida morre de Covid e bebê é salvo por equipe hospitalar

Ela estava de oito meses, sofreu uma parada cardíaca e faleceu antes mesmo de ser intubada. Caso ocorreu em Mato Grosso

A médica Cibele Bento Rodrigues faleceu em decorrência da Covid-19 na cidade de Barra do Garças, que fica a 516 km Cuiabá, capital do Mato Grosso. A mulher de 38 anos estava grávida de oito meses, mas a equipe médica conseguiu salvar o bebê em um parto de emergência.

Os amigos da médica afirmaram que ela estava com quadro de tosse e começou a passar mal no fim de semana. Cibele procurou atendimento em um hospital de Barra do Garças, ela foi internada na segunda-feira, 05. O parto e a morte ocorreram na terça, 06.

Cibele necessitou de intubação, mas sofreu uma parada cardíaca e faleceu antes de receber os cuidado. Não se sabe se ela tinha alguma comorbidade. O bebê da médica é um menino.

Ele precisou ser transferido para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea para Goiânia.

A médica trabalhava na cidade vizinha de Barra do Garças, Ribeirãozinho. Além de Cibele, os pais, a cunhada e os sobrinhos dela foram infectados pela Covid.

Desde o começo da pandemia, 26 grávidas morreram por conta do coronavírus em Mato Grosso. A ginecologista e obstetra Bruna Fagundes Teixeira destacou que a gestação é o momento em que as mulheres ficam mais suscetíveis a contrair doenças.

“A gestação põe a paciente em um estado de imunossupressão, então ela fica mais suscetível às infecções e às complicações das infecções, inclusive a Covid-19. São complicações tanto clínicas, que podem ser necessárias de hospitalizações, e também complicações obstétricas”, informou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Metrópoles

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo