Publicidades
DestaqueOeiras

Morre Zé Moura, aos 75 anos

José Moura Leal, conhecido como Zé Moura, faleceu na manhã desta sexta-feira, 11.

Zé Moura era natural de Buriti Grande, município de Dom Expedito Lopes, e residida em Oeiras há pouco mais de 40 anos, vindo do Gaturiano.

Em Oeiras foi pioneiro na avicultura, empreendendo a primeira Granja de frangos do Vale do Canindé. Sempre ligado ao setor primário, trabalhou com agricultura e pecuária em várias localidades na zona rural de Oeiras, São Francisco e Dom Expedito Lopes. Morador do bairro Jureminha orgulhava-se de ser um dos primeiros moradores do bairro.

Zé Moura era casado com Maria Barbosa Leal, a dona Graci. Desde muito cedo a marca de Zé Moura sempre foi trabalho. Atuou em diversos ramos e educou sua família prioritariamente para isso. Seu maior patrimônio é a sua família, numerosa, unida e decente, composta biologicamente por: 09 filhos, 18 netos e 9 bisnetos.

Há cerca de um mês, seu Zé Moura passou por um problema neurológico, passando por uma cirurgia no Hospital São Marcos em Teresina, e após o procedimento teve algumas complicações, vindo a falecer nesta sexta-feira, 11 de setembro.

José de Moura Leal era reconhecido com um dos grandes cidadãos oeirense, temente a Deus e de coração generoso, tinha orgulho de ter conseguido tudo a base do trabalho e ensina sempre a valorização da família. Zé Moura possuía pouca escolaridade, mas era dono de uma sabedoria de vida invejável, homem de valor, de palavra, de família, de respeito, um cidadão de bem na mais perfeita acepção palavra.

Seu corpo deverá chegar a Oeiras no início da tarde desta sexta-feira, e será velado em sua residência no Anel Viário, no bairro Jureminha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mural da Vila

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar