Publicidades
Tecnologia

Motorola adquire tecnologia que carrega celular pelo ar a 1 metro de distância

Depois de ter demonstrado o Motorola One Hyper no começo deste ano, a empresa anuncia uma parceria com uma startup americana para desenvolver a tecnologia de carregamento a distância. Veja!

Desde os seus primórdios, a tecnologia tem avançado de forma considerável e muitas vezes até assustadora. Com o objetivo de oferecer praticidade e sofisticação, muitas empresas têm investido alto em tecnologias que a algum tempo atrás nem passavam pela nossa cabeça. Uma dessas inovações é o sistema de carregamento pelo ar.

Nesta quinta-feira, 13, a Motorola anunciou uma parceria com a startup americana GuRu Wireless com o objetivo de desenvolver um sistema de carregamento para seus celulares de forma totalmente livre de cabos, apenas por transmissão de energia pelo ar.

A GuRu divulgou um vídeo de demonstração que inclusive apareceu durante a CES 2020, onde é possível ver um celular sendo carregado a uma distância de aproximadamente 1 metro de distância da tomada. A Motorola já havia demonstrado algo com essa ideia no começo deste ano, logo depois que a Xiaomi anunciou a sua versão da tecnologia batizada como Mi Air Charge.

Naquela ocasião, a tecnologia recebeu o nome de Motorola One Hyper, curiosamente o mesmo nome de um smartphone lançado pela empresa em 2019. Mas desde essa primeira demonstração, é possível perceber que o sistema ainda não é perfeito. No vídeo revelado esta semana, notamos que para o bom funcionamento do sistema, é preciso manter a passagem da transmissão sem obstáculos, pois ao colocar a mão entre o aparelho e o carregador, a recarga é interrompida.

Nova tecnologia

Desta vez, a tecnologia desenvolvida pela GuRu ao qual a Motorola comprou foi chamada de GuRu RF Lensing. A transmissão de energia é feita a partir de um módulo conectado à tomada capaz de transferir energia para aparelhos próximos, desde que não haja obstáculos entre eles.

Esses módulos em miniatura são patenteados pela GuRu e enviam a energia ao celular pelo ar. Para que ele funcione de forma precisa, é preciso colocar o celular em uma posição fixa depois de sincronizada com a antena de transmissão, como sob o braço do sofá ou numa mesa.

A vantagem para aderir esse tipo de tecnologia e praticidade. Ela se isenta da necessidade de cabos e pode ser transmitida a partir de pontos estratégicos, como o teto acima de uma mesa, por exemplo, podendo carregar diversos dispositivos simultaneamente.

Por enquanto, ainda não há nenhuma informação da Motorola ou da GuRu sobre a chegada desta tecnologia no mercado.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Oficina na Net

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo