Publicidades
MancheteOeiras

MP instaura inquérito sobre irregularidade nas prestações de contas do ex-prefeito Lukano Sá e ex-secretário de administração José Raimundo

Foi publicado no dia 19 de janeiro, no Diário Eletrônico do Ministério Público do Piauí, mais um inquérito civil contra a Prefeitura Municipal de Oeiras.  A denúncia é referente às prestações de conta do ano de 2015 na gestão do ex-prefeito Lukano sá, que tinha José Raimundo (atual prefeito) como secretário de administração,  e foi feita pelo vereador Adalberon Morais, conhecido popularmente como ‘Beron’.

A denúncia trata de irregularidades encontradas na prestação de contas da Prefeitura Municipal de Oeiras, referente ao exercício financeiro de 2015 (TC/00531/2015), relativos a irregularidades no pagamento para pessoas físicas sem contratos ou sem que tenham sido feitas licitações.

Segundo o vereador Beron Morais, pessoas na época emprestavam seus CPF’s para a gestão municipal para serem cadastradas em serviços de diversas áreas como pedreiro, eletricista, professor de cursos de formação para profissionais da educação (pessoas sem nenhuma formação para tal), além de prestar serviços com aluguéis de carros para a prefeitura mesmo sem possuírem transportes.  Essas pessoas eram cadastradas sem especialização para determinadas áreas, onde não eram assinados contratos.

A denúncia é de 2015 e o Ministério Público abriu inquérito para apurar os fatos em janeiro de 2021.

 

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar