Publicidades
DestaqueMancheteOeiras

Oeirense é preso acusado de tráfico de drogas em Campo Maior

Oeirense é preso acusado de tráfico de drogas em Campo Maior 2
Oeirense Tiago Henrique Portela a direita na foto.

Dois homens foram presos na manhã desta terça-feira (25/07), em Campo Maior, entre eles o oeirense, Tiago Henrique Portela Gomes Leal, preso juntamente com Inácio Gomes de Barros, os dois foram presos acusados por tráfico de drogas no estado.

Policiais da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE), com apoio da Polícia Rodoviária Federal foram responsáveis pela prisão dos dois traficantes. Com a dupla foram encontrados cerca de 4 quilos de cocaína e aproximadamente 1 kg de maconha, a droga escondida na lateral e na lanterna de um veículo modelo Gol.

Tiago Henrique Já havia sido preso em Oeiras, por tráfico de drogas, durante a operação Monte Parnaso, e em 2015 foi preso novamente em Teresina, desta vez por assalto.

Oeirense é preso acusado de tráfico de drogas em Campo Maior 3

De acordo com o Coordenador da (DEPRE), Menandro Pedro, a droga apreendida é maconha, crack e cocaína. “É mais um trabalho que a gente tem que parabenizar a garra dos policiais. Está com duas semanas que estávamos acompanhando esses elementos, eles estavam levando droga para a cidade de Pedro II, foram vários dias sem dormir e hoje nós conseguimos, juntamente com auxílio da Policia Rodoviária Federal de Campo Maior. Esse trabalho é integrado entre as instituições de Segurança Pública”, destacou.

Ainda, segundo o Delegado as equipes estavam monitorando os dois há pelo menos 15 dias, após receber denúncias pelo aplicativo DEPRE, com informações de que a droga estaria sendo levada para a cidade de Pedro II.
Outras informações constam que no ano de 2013, os dois indivíduos foram presos trazendo drogas de fora para o Estado.
“Ele ia fazer essa distribuição e ia chegar ao consumidor final, que são jovens, crianças, adolescentes, que para ter o dinheiro para comprar essa droga tem que praticar furtos, assaltos, roubos. Esse criminoso já foi preso em 2013 pelo mesmo crime. Essa droga vem de fora, vinha no transporte de ônibus interestadual e ele recebia. Foi um grande trabalho de investigação”, finalizou o delegado.

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar