Publicidades
Polícia

PF cumpre 17 mandados por fraude na compra de testes de Covid no Piauí

Na manhã desta quinta-feira, 02, a Polícia Federal deflagrou uma operação para investigar suposto crime de superfaturamento de testes da Covid-19 no Piauí. Empresários no Piauí estão no alvo de operação da Polícia Federal. No centro de Teresina, agentes cumprem mandados de busca e apreensão em uma distribuidora de medicamentos nacionais e importados. A PF investiga supostas irregularidades na compra de testes para Covid-19.

A operação, denominada Reagente, cumpre 17 mandados de busca e apreensão nos municípios de Picos, Bom Jesus e Uruçuí, todos no sul do Estado e é feita em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS).

A suspeita é de superfaturamento na aquisição dos testes, com a utilização de documentos falsos na dispensa de licitação instaurada pela Prefeitura Municipal de Picos para compra de testes de Covid-19.

“Como resultado das fraudes, os contratos foram direcionados a empresa integrante do grupo criminoso, responsável pela venda de exames com preços superfaturados. Pelos mesmos testes IGG/IGM vendidos a clínicas particulares aos preços de R$ 120 a 150, os órgãos públicos pagaram valores de R$ 170 a 210, o que representa superfaturamento de aproximadamente 40%, com prejuízo direto a recursos oriundos de emendas federais”, informa nota da PF.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As informações são do Portal Cidade Verde

 

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar