Publicidades
Politica

Prefeito de Picos desrespeita o próprio decreto que proíbe campanha

O prefeito foi fotografado participando de um ato político de campanha, provocando aglomeração em um evento em um local fechado

O prefeito de Picos, Walmir Lima, recentemente editou um decreto proibindo atos de campanha até o dia 8 de novembro alegando, sem embasamento científico, que a campanha eleitoral estaria contribuindo para o aumento dos casos de Covid-19, justificativa derrubada pelos boletins divulgados no período pela a Secretaria Municipal de Saúde.  A decisão do gestor foi entendida como um ato político partidário já que a campanha do grupo adversário do prefeito estava ganhando corpo rapidamente.

Após a divulgação do decreto, o prefeito determinou que os agentes municipais multassem a campanha adversária e que a assessoria de comunicação publicassem reportagens nos meios oficiais e parceiros da prefeitura, dando publicidade negativa contra os candidatos desafetos do ex-padre.

Mas nesta quarta-feira (04/11) uma postagem na página oficial de um vereador que é candidato à reeleição chamou a atenção do mundo político de Picos. O prefeito, que no decreto estaria preocupado com a saúde da população, foi fotografado participando de um ato político de campanha, provocando aglomeração em um evento em um local fechado, sem ventilação, e desrespeitando claramente o que prevê o decreto editado recentemente pelo próprio gestor.

Após a divulgação das imagens, os internautas começaram a questionar se a vigilância sanitária iria multar o prefeito e os candidatos de seu novo grupo político. Ou se o decreto era apenas uma estratégia contra os adversários do gestor.

Minutos depois, com a grande repercussão, o candidato a vereador apagou a postagem, mas já era tarde demais, os prints com memes já haviam se espalhado pelos grupos de Whatsapp.

Prefeito de Picos desrespeita o próprio decreto que proíbe campanha 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Web Piauí

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar