Publicidades
Geral

Processo eleitoral da UFPI é suspenso pela Justiça Federal

O juiz Brunno Christiano Carvalho Cardoso, da 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí, suspendeu nessa terça-feira, 25, o trâmite do processo eleitoral para a escolha do reitor e vice-reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) para o quadriênio 2020-2024.

A decisão do juiz se deu após a defesa da chapa Renovaufpi, encabeçada pela professora Sandra Lima de Vasconcelos Ramos, questionar a segurança da consulta eleitoral pela internet usada na consulta acadêmica. Para a professora Sandra Ramos, há provas técnicas que comprovam a fragilidade do sistema de votação, que ainda não contempla os alunos de baixa renda. A professora disse ainda que pediu com antecedência a lista com endereço e e-mail dos docentes e alunos da UFPI aptos a votarem e que não obteve respostas.

Com a decisão da Justiça Federal, a reunião do  Conselho Universitário que aconteceria nesta quarta-feira (26/08) e que encaminharia a Lista Tríplice para a escolha do presidente da república, também foi cancelada. O trâmite ficará suspenso até que a UFPI se manifeste sobre as supostas irregularidades.

“Impõe-se, em caráter cautelar, suspender os trâmites referentes à formação da Lista Tríplice pelo CONSUN, que será encaminhada para escola do Reitor e Vice-Reitor da Universidade Federal do Piauí para o quadriênio 2020/2024, até que sejam prestadas as informações pela autoridade impetrada”, diz o juiz Brunno Carvalho em sua decisão.

A UFPI convocou a imprensa para prestar esclarecimentos às 8h30 desta quarta-feira (26/08) por meio de uma plataforma de reunião online.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Piauí Hoje

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar