Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

“Sem jogador da noite como eu fui”, diz Marcelinho Paraíba sobre perfil para o Oeirense

O novo técnico do Oeirense, Marcelinho Paraíba, deu detalhes sobre sua expectativa e perfil de atletas que pretende trazer na montagem do Cachorro Louco em seu ‘debute’ na Série A do Campeonato Piauiense. Na próxima semana o ex-jogador e agora técnico desembarca em solo piauiense, mas a apresentação oficial do elenco na cidade de Oeiras será no dia 03 de janeiro.

Em entrevista à rádio Cidade Verde citou que irá priorizar atletas que conhece em campo e que diferente dele não seja ‘jogador da noite’. “Pretendo sim levar jogadores que trabalharam comigo e que são da minha confiança, mas tudo isso em conversa com a diretoria e em padrão com a realidade financeira do clube. E vamos trazer jogadores com o perfil do Marcelinho Paraíba, aguerrido, que gosta de trabalhar e vencer, que consigam se integrar rapidamente ao perfil do próprio campeonato Piauiense que a gente sabe que é um campeonato aguerrido”, frisou o técnico do Oeirense, Marcelinho Paraíba.

Marcelinho tem uma carreira curto como treinador. Em campo mesmo e comando time à beira do gramado somente no Treze-PB. Depois chegou a acertar com o Sport Clube Lagoa Seca-PB, assumiu e trabalhou por 15 dias, mas houve um atrito com a diretoria e por isso entregou o cargo antes de iniciar as disputas da Série B do Paraibano. “Um dos diretores exigiu que eu colocasse o irmão dele para jogar todos os jogos, como esse não é meu perfil e jeito de trabalhar optei por entregar o cargo”, explicou Marcelinho.

O técnico do Oeirense demonstrou conhecer bastante o futebol do Piauí e citou exemplos do Altos e Fluminense como forças atuais. O ex-meio campo acumula no currículo passagens por grandes clubes do Brasil como São Paulo, Grêmio e Coritiba, além do futebol alemão, mas afirma que dentro da carreira voltaria atrás em algumas de suas posturas.

“Hoje não só eu como treinador, mas todos os clubes do Brasil se preocupam com o extra campo. Quero jogadores que trabalhem certinho, cumpram horários e que não vivam em noitada coisa que eu fiz muito quando erra jogador e que me arrependo se fosse hoje não faria. Mas felizmente os clubes hoje também tem o perfil de não aceitar atletas assim e isso facilita”, acrescentou Marcelinho Paraíba.

Marcelinho Paraíba chega à Capital da Fé no próximo dia 6 ou 7 de novembro e passará alguns dias para definir nomes para a montagem do elenco do Oeirense, conhecer alojamento e também o estádio Gerson Campos palco dos jogos. O Estadual 2022 está prevista para iniciar dia 22 de janeiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Cidade Verde

Comentários

Deixe um comentário

Veja também...