Universitário inventa roubo para recuperar celular perdido e pode se dar mal

106

Um estudante universitário de Presidente Prudente está sendo indiciado por estelionato e falsa comunicação de crime e tudo por conta de um celular. O rapaz de 22 anos comunicou à polícia que seu smartphone havia sido roubado mediante grave ameaça, quando na verdade ele apenas havia perdido o aparelho.

 

Para entender melhor, o jovem possuía um celular avaliado em R$ 3,8 mil e fez um Boletim de Ocorrência informando que havia sido assaltado por dois indivíduos armados enquanto caminhava no bairro Residencial Anita Tiezzi. O problema é que isso tudo não passava de uma mentira.

 

Segundo o que foi apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o estudante havia perdido o aparelho durante a caminhada. Como o seguro que ele possuía cobria apenas roubo, ele decidiu inventar um assalto na hora de registrar o Boletim de Ocorrência que foi usado para conseguir um novo aparelho.

 

No entanto, conforme o inquérito informa, a “vítima” encontrou o aparelho perdido no dia seguinte, mas com a tela danificada. Para tentar lucrar com a situação, o rapaz tentou vender o celular quebrado na internet. O anúncio foi localizado pelo DIG que apreendeu os dois telefones – o novo e o quebrado – e indiciou o estudante por estelionato na fraude no recebimento do seguro e falsa comunicação de crime.

Fonte:  G1

Comentários