Publicidades
Tecnologia

Vendas de aspiradores robóticos aumentam 372% em 2020

De modelos simples, que podem fazer limpezas aleatórias de superfícies, a modelos simples que podem detectar a quantidade de sujeira e tomar medidas de reforço quando necessário, os aspiradores robóticos têm ocupado o mercado brasileiro – o repórter André Fogaça publicou um depoimento sobre a tecnologia no Tecnoblog. Ele ressaltou: “Ainda não é como o trabalho de Rose em “Os Jetsons”, mas pelo menos eles aspiraram e limparam o chão.”

Em breve, esses dispositivos usam motores elétricos para criar um vácuo para sugar coisas que devem ser removidas do ambiente e trazer escovas nas bordas para alcançar todos os cantos da casa – modelos mais caros podem oferecer designs diferentes, e podem até ser criados com câmeras e sensores Planta virtual da sala.

Eles são controlados por aplicativos ou controles. Fogaça enfatizou: “A base que a maioria das pessoas usa é limpa dali, e depois devolvida no final da limpeza ou no meio do processo, para carregar a bateria”.

“Alguns modelos de iRobot colocam uma sala de armazenamento de alimentos na base para que a sujeira possa sair da cabine do robô e entrar na ‘lata de lixo’ separadamente.

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar