Publicidades
Esportes

São Paulo diz que não tentará anular jogo contra Ceará, mas cobra revisão na aplicação do VAR

Clube se manifestou nesta sexta-feira em nota divulgada nas redes sociais

Em nota divulgada nesta sexta-feira pela manhã, o São Paulo disse que não pedirá a anulação da partida contra o Ceará, disputada na última quarta-feira, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro – o jogo terminou 1 a 1

. O clube, porém, pediu que a aplicação do VAR seja revista pela CBF.

No texto, o São Paulo afirma que ” não quer, no entanto, se beneficiar do que teria sido um erro. Nos orgulhamos de nossa história incontestável e sem asteriscos, e assim a manteremos”.

A polêmica começou quando o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães cometeu um erro de direito ao mudar uma marcação após permitir o reinício da partida (assista no vídeo acima).

O lance no segundo tempo começou com chute de Luan que desviou na zaga do Ceará e chegou a Pablo, impedido, que não conseguiu dominar. Na sequência, Luciano chutou, e Pablo, em condição legal, aproveitou o rebote e marcou o gol.

O juiz, primeiro, anulou o gol com anuência do bandeira. Depois, em consulta ao VAR, validou o gol – ele fez o sinal de VAR com a mão e apontou meio de campo. Magalhães apitou o reinício de jogo, o Ceará tocou na bola, mas, logo em seguida, o árbitro parou novamente o jogo e apontou impedimento, anulando o gol de Pablo.

A CBF, na quinta-feira à noite, admitiu que houve erro na decisão. A entidade culpa “uma comunicação paralela, mantida entre o árbitro central e o quarto árbitro, a respeito da aplicação de um cartão amarelo para um jogador do Ceará, prejudicou a comunicação que vinha sendo mantida entre o árbitro de campo e o VAR. E fez com que o árbitro central não ouvisse a solicitação da cabine do VAR e autorizasse o reinício da partida”.

Leia abaixo a nota do São Paulo:

“Jogamos futebol porque acreditamos nesse esporte como meio de atingir a felicidade. O futebol é, no Brasil, a maior expressão do povo brasileiro. E este esporte, os clubes de futebol e os campeonatos só existem por causa da paixão – para quem não sabe, é disso que o futebol é feito e é isso que o mantém vivo, de geração para geração.

Ocorre, no entanto, que acontecimentos como o presenciado nesta quarta-feira (25), na Arena Castelão, em nossa partida contra o Ceará, estão ferindo e fazendo sangrar, dia após dia, a paixão pelo futebol.

O São Paulo deixa claro que sabe que houve impedimento no lance e que a decisão correta seria a anulação do gol, mas alerta que isso não implica na inexistência do indiscutível erro de direito que veio a seguir e que justifica esta nota.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo