Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

Wellington Dias lança ‘Piauí Rio’ para mostrar as riquezas do estado

O governador Wellington Dias lançou, nesta terça-feira, 05, o “Piauí Rio”, uma ação que vai acontecer de 14 a 18 de outubro, no Morro da Urca, no Rio de Janeiro e tem como objetivo dar visibilidade às riquezas piauienses. O presidente do Conselho deliberativo do Sebrae no Piauí, Freitas Neto, e o superintendente do Sebrae, Mário Lacerda, também estiveram presentes.

“Temos que reconhecer que lá fora, principalmente, no Sudeste, Sul, mas também no mundo, o Rio de Janeiro é o maior cartão postal do Brasil, já conversei com o governador do Rio e o prefeito colocando as nossas intenções do Piauí de ‘invadir’ o Rio de Janeiro para podermos ter a oportunidade de apresentar o estado”, afirmou Wellington Dias.

De acordo com o governador, o projeto é uma oportunidade de mostrar o Piauí para o Brasil e o mundo. “No Morro da Urca, onde está o bondinho, o Cristo Redentor, a gente poder ter a oportunidade de tirar proveito de um local que é muito frequentado por turistas do Brasil e do mundo que ali terão um contato com imagens com objetivo de despertar interesse de turistas para os principais destinos do Piauí”, declarou Wellington.

Freitas Neto contou que a amostra será realizada ainda no mês de outubro. “Nós vamos empreender no Rio de Janeiro de 14 a 18 [de outubro] no bondinho do Pão de Açúcar. Mostrar as várias potencialidades do nosso estado, com todos esses ambientes e oportunidade daqueles que lá vão conhecer as potencialidades e a realidade do Piauí”, pontuou.

O superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda, explicou que o projeto partiu de uma iniciativa do Governo do Estado após receber proposta para expor as potencialidades do estado no Rio de Janeiro. “Partindo da iniciativa do Governo do Estado que recebeu demanda para fazer uma amostra no bondinho do Pão de Açúcar, nós iniciamos um trabalho estruturado da construção de uma proposta de apresentação do estado do Piauí no Rio de Janeiro, daí nasce o Piauí Rio, uma ação estruturada em três vertentes”, ressaltou.

“O Piauí Rio é uma amostra no bondinho do Pão de Açúcar, e pela primeira vez, um estado ocupa aquele equipamento que é um dos principais cartões postais do Brasil para o mundo, o Piauí já está representado naquele espaço de maneira muito significativa com a curadoria de Marcelo Dantas, que foi quem concebeu Museu da Natureza, Museu da Língua Portuguesa, Museu do Caribe, alguém muito capacitado para fazer esse trabalho”, completou Mário Lacerda.

Ainda segundo o superintendente, o mirante do morro da Urca terá um grande mapa do estado do Piauí plotado no chão e os principais atrativos turísticos vão estar conectados com binóculos que vão ter uma vista 360 graus onde será possível ver pontos como cânions do Rio Poty e o Delta do Parnaíba.

A secretária estadual de Turismo, Karina Câmara, contou que a ideia do Piauí ser o primeiro estado a ser mostrado no Rio de Janeiro foi de uma turista que trabalha no Pão de Açúcar, visitou e se apaixonou pelo estado. “Esse projeto começou de uma forma bem diferente porque nós fomos procurados por uma turista que se apaixonou pelo Piauí. O Rio tem um projeto para o próximo ano de mostrar todos os estados numa amostra dentro do Pão de Açúcar, só que ela [a turista fez a proposta para que o Piauí fosse o primeiro de todos os estados a ser apresentado, e eu fiquei muito lisonjeada, porque ela estava fazendo a rota das emoções passou pelos estados vizinhos e se apaixonou pelo nosso estado” relatou.

“Em seguida procuramos o Sebrae e em conversa com Mário fizemos uma visita ao Rio e o Sebrae abraçou esse projeto. É muito importante para o Piauí se mostrar, mostrar que a gente está preparado para receber os turistas nessa pós-pandemia e mostrar tudo que o estado tem, as suas potencialidades porque o Piauí é muito rico em todos os sentidos”, finalizou Karina.

A Ação Piauí Rio será realizada pelo Sebrae, com a parceria do Governo do Estado do Piauí, Prefeitura de Teresina, Bondinho Pão de Açúcar, Crab, Sistema Fiepi, Fecomércio Piauí e Sistema Faepi/Senar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: GP1

 

Comentários

Deixe um comentário

Veja também...