Publicidades
GeralNoticiasPolícia

Casal é preso suspeito de esquartejar filha de 6 meses

Os pais devem responder por homicídio qualificado, maus-tratos, destruição e ocultação de cadáver.

O casal suspeito de esquartejar e jogar o corpo de um bebê de seis meses teve prisão temporária convertida em preventiva e deve responder por homicídio qualificado, maus-tratos, destruição e ocultação de cadáver.

Segundo informações da polícia, o casal foi identificado como Tiago Silva Lacerda e Raquel Araújo Dias. O crime aconteceu em 27 de dezembro de 2019 e testemunhas disseram ter visto os suspeitos, que são pais da criança, perto do Rio Sereno, em Tabaporã com um carrinho de bebê. Em seguida, eles foram vistos em uma estrada pedindo carona sem a criança.

Com a ajuda de um cão farejador, foram encontradas três partes do corpo do bebê: as duas primeiras foram encontradas alguns dias após o crime em um poço; e a terceira, que seria o crânio, no dia 16 de janeiro ao esvaziarem o poço.

O casal está preso em Jataí (GO) e aguarda transferência para o Mato Grosso. A polícia informou que eles confessaram o crime, e indicaram o local onde enterraram partes do corpo da filha. Os pais já haviam sido denunciados por maus-tratos e a criança chegou a morar em um abrigo do Conselho Tutelar.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: VIAGORA

Comentários
Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar
Fechar