Publicidades
Politica

Ciro Nogueira confirma aos aliados no Piauí que vai assumir a Casa Civil

O presidente Nacional do Progressistas, confirmou nesta quarta-feira (21) em reunião online com lideranças do partido e aliados que aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro de assumir a Casa Civil. 

O senador Ciro Nogueira, presidente Nacional do Progressistas, confirmou nesta quarta-feira (21) em reunião online com lideranças do partido e aliados que aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro de assumir a Casa Civil.

Ciro Nogueira, que está em viagem ao México, ficou de 11h30 às 13h30 conversando por videoconferência privada com várias lideranças do PV, PTB, PSDB e Progressistas e confirmou que assumirá o cargo na próxima semana.

Provocado pelo ex-prefeito, Sílvio Mendes, se ele iria assumir a Casa Civil, Ciro respondeu que o presidente Jair Bolsonaro tinha feito o convite que estava ponderando, mas ontem aceitou.

“Há dias, ele vem recebendo o convite do presidente, mas ontem terminou sendo convencido. Ele não queria ir, mas foi convencido pelo presidente Bolsonaro e ontem confirmou que irá assumir a Casa Civil no início da próxima semana”, disse Sílvio Mendes.

Participaram da reunião os deputados Júlio Arcoverde,  Átila Lira, o empresário João Vicente Claudino, presidente do PTB no Piauí, a deputada Teresa Brito (PV), Luciano Nunes (PSDB), Kleber Montezuma e outros.

A deputada estadual, Teresa Brito (PV), também confirmou que Ciro disse na reunião que assumirá a pasta.

“Ele vai assumir o Ministério da Casa Civil e pode ser ainda está semana”, disse.

Ciro informou que retorna do México ainda está semana.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje que fará uma reforma ministerial. As mudanças envolvem possivelmente três pastas: Ciro Nogueira irá para a Casa Civil no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que ocupará a Secretaria-Geral, hoje comandada por Onyx Lorenzoni (DEM). Já Lorenzoni ocupará o Ministério do Trabalho e Emprego, que será recriado com a divisão do Ministério da Economia, de Paulo Guedes.

Se mantém pré-candidato

Mesmo com a ida de Ciro para o Ministério de Bolsonaro, o partido mantém o nome dele para disputar o governo do estado em 2022.

Na reunião virtual, Ciro apresentou uma pesquisa encomendada pelo PP que aponta o senador, Sílvio Mendes e JVC liderando cenários em disputa com secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles.

A oposição definiu ainda que vai iniciar caravanas pelo estado para divulgar os nomes para governador do estado.

 

Fonte; cidadeverde.com

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo