Publicidades
Destaque

Coletivo Esperança Garcia lança nota de repúdio contra feminicídio ocorrido em Oeiras

A violência contra a mulher é um problema social e de saúde pública que atinge todas as etnias, religiões, escolaridade e classes sociais. É UMA VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS E LIBERDADES FUNDAMENTAIS.

O feminicídio é o desfecho de uma sequência de atos covardes que se anuncia no cotidiano de mulheres torturadas pelo fantasma repetitivo da violência. Essa violência tem raízes: O MACHISMO ESTRUTURAL, naturalizado nos discursos e “brincadeiras” diárias, aclamado e reproduzido por todos aqueles que se beneficiam dessa estrutura de manutenção de poder e diferenciação entre homens e mulheres, o machismo se sustenta num modelo patriarcal de sociedade e alicerça essa PROBLEMÁTICA CHAMADA VIOLÊNCIA DE GÊNERO.

Uma legião de “humanos” impulsionados por uma educação que os fez acreditar que diferenças sexuais justificam a suposta superioridade de um gênero sobre o outro. Temos ainda uma sociedade que educa um homem para prover e dominar e uma mulher para gerar e obedecer. Ontem (22/11/2020) Francisca Ferreira dos Santos teve sua vida ceifada, em Oeiras, na presença de sua filha. O Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio. Quantas mais precisarão morrer? Quantas mais precisarão ficar paraplégicas, ter suas feições deformadas e sofrerem (para além dos impactos físicos) sequelas emocionais por toda a vida? Quantas? A violência não é um problema privado, é uma questão de saúde pública.

Três FACADAS silenciaram mais uma mulher no município do OEIRAS, que já está há alguns meses sem DELEGADO(A) EFETIVO(A), urbe onde ainda falta a efetividade de POLÍTICAS PÚBLICAS.  A morte de mais esta MULHER, de maneira covarde e ardilosa, reforça ainda mais a legitimidade da nossa luta. A VIDA PARA NÓS MULHERES É REIVINDICAÇÃO. Somos nós que tivemos que demandar pelo direito de voto participando de manifestações, somos nós que marchamos pelo direito de frequentar a universidade, somos nós que sofremos chantagem quando dissemos não ao ato sexual, somos nós que abrigamos amigas ou parentes que apanharam do companheiro… NÃO VAMOS DESISTIR, VAMOS RESISTIR.

O COLETIVO ESPERENÇA GARCIA –OEIRAS se solidariza coma família da vítima de feminicídio FRANCISCA FERREIRA DOS SANTOS e reforça seu compromisso de desenvolver cotidianamente ações de enfrentamento a esta mazela que persiste em nossa sociedade. BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER!

 

 

 

 

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo