Publicidades
Polícia

Homem é investigado por negociar ‘comprar’ do auxílio emergencial no Piauí

O funcionário de uma autoescola, que mora no município de Demerval Lobão, na Grande Teresina, é investigado por propor ‘comprar’ auxílio emergencial do Governo Federal, de R$ 500.

O homem chegou a fazer anúncio em alguns grupos de WhatsApp antecipando o pagamento de R$ 500, caso a pessoa desejasse receber logo o dinheiro.

Segundo as primeiras apurações, o homem verificava se a pessoa se encaixaria nos critério para recebimento do valor e só então fechava o negócio, pagando antecipado enquanto o cadastro era avaliado.

“As informações circularam em grupos de WhatsApp e nós tomamos conhecimento, iniciamos um processo de averiguação e verificamos realmente que se trata de uma pessoa que tem endereço fixo, é natural de Demerval Lobão, trabalha numa autoescola e fez a proposta indecente de comprar os benefícios do Governo Federal”, disse o secretário de Segurança Fábio Abreu em vídeo.

“Ressaltamos para a população, principalmente aqueles que são detentores desse direito, que não o venda, que não façam negociação desse benefício, que estará cometendo um crime”, completou o secretário.

Por se tratar de um benefício da União, o caso foi encaminhado pela Secretaria de Segurança do Piauí para a Polícia Federal, que dará prosseguimento às investigações.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: 180 Graus

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar