Publicidades
Geral

Maternidades terão que implantar pulseiras sonoras para crianças

pulseira sonoraUm projeto de lei de autoria da vereadora Teresa Britto (PV) pretende obrigar maternidades e hospitais do município de Teresina a colocarem pulseiras com alarme sonoro nos recém-nascidos e crianças internadas. A medida tem como finalidade aumentar a segurança e evitar que sejam retirados sem autorização dos pais.

 

De acordo com o texto do projeto, no momento em que nasce, é colocado em cada criança um equipamento composto por “sensor de alarme afixado em dispositivo”.

 

Os hospitais e maternidades terão ainda que instalar dispositivos que acionem o alarme em portas de entrada e saída. Caso alguém tente sair com o bebê, o sensor é ativado e o alarme soa.

 

“Como o número, envolvendo este fato lamentável, vem aumentando é nosso dever buscar alternativas no sentido de coibir tais crimes procurando amenizar e, se possível, acabar com o sofrimento de outras mães e familiares que possam vir a serem vítimas deste crime brutal”, diz a vereadora no texto do projeto de lei.

 

A pulseira sonora é obrigatória em muitos municípios brasileiros, como São Paulo (SP).

 

O PL segue agora para segunda votação e, se aprovado, será enviado para sanção ou veto do prefeito Firmino Filho (PSDB).

 

 

Fonte: cidade verde

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo