Publicidades
Esportes

Pedro é ovacionado na chegada ao Rio para fechar com Fla: “Emoção”

O jogador passará por exames médicos e assinará contrato de empréstimo até o fim de 2020.

O centroavante Pedro desembarcou na manhã desta sexta-feira no Rio para fechar com o Flamengo. O jogador passará por exames médicos e assinará contrato de empréstimo até o fim de 2020.

Na chegada no aeroporto do Galeão, o jovem de 22 anos, que se destacou no Fluminense antes de ser vendido para a Fiorentina, não escondeu a alegria de voltar ao Brasil e enfim atuar pelo clube que tentou contrata-lo ainda no ano passado, a pedido do técnico Jorge Jesus. O Tricolor não o liberou.

Emoção muito grande, expectativa enorme para assinar com o Flamengo. Ainda faltam alguns detalhes, fazer exames, mas estou muito feliz em voltar para esta temporada – disse o atacante, saudado por um grupo de torcedores no aeroporto já com música.

“Arerê, o Pedro vai meter gol em você”!.

“Saudade do Rio de Janeiro, ainda mais podendo jogar no Flamengo. Espero fazer um grande ano” – completou Pedro, que prometeu continuar com a comemoração em reverência à torcida e admitiu saudade do Maracanã.

Pedro será o quarto reforço que chega para integrar o elenco principal do Flamengo em 2020. Além dele, o clube já apresentou Pedro Rocha e Gustavo Henrique, e fechou as contratações de Michael e Thiago Maia.

O Flamengo não conseguiu a liberação da Fiorentina para ter Pedro de graça. O clube acertou o pagamento de cerca 1 milhão de euros pelo empréstimo, R$ 4,6 milhões, para ter o centroavante.

O combinado é o valor ser abatido ao fim do contrato, caso o rubro-negro exerça a compra. A quantia é pré-fixada no atual vínculo, e está estimada em mais de 10 milhões de euros, valor pago pela Fiorentina ao Fluminense.

O salário de Pedro no Flamengo ficará na faixa dos R$ 500 mil. Com a oferta mais atrativa para o jogador e o clube italiano, os cariocas saíram em vantagem na concorrência com Grêmio e Porto.

Na Itália, Pedro participou de quatro jogos nos profissionais da Fiorentina, totalizando 59 minutos em campo. Sempre entrando no decorrer das partidas.

Assim que chegou, fez dois jogos pelo time Primavera (sub-23), e marcou um gol. Total de 132 minutos, iniciando como titular nos dois jogos.

— Não tiveram paciência com ele. A Fiorentina acaba de contratar Cutrone, outro centroavante — destaca o jornalista Maurício Cannone, correspondente no Brasil do jornal italiano “Gazzetta dello Sport”.

Segundo ele, a imprensa local enxerga o empréstimo ao Flamengo como tentativa de salvar um investimento. Mas a sensação de que o tempo dado a Pedro foi curto é reforçada quando se nota que o jogador chegou à Itália em recuperação de um problema muscular. Passou por um período de preparação e, em setembro, jogou duas partidas pelo time sub-19 da Fiorentina. E só estreou em novembro na equipe principal.

Pedro ainda encontrou um clube em momento um tanto instável. Sua transferência foi finalizada em agosto. Dois meses antes, a Fiorentina viveu uma crise de gestão e o Conselho de Administração se demitiu em bloco. Enquanto isso, foi anunciado que o clube estava à venda. No dia 6 de junho, foi finalizada a negociação ao bilionário norte-americano Rocco Commisso. Em seguida, começaram as contratações.

Pouco antes de Pedro, que custou € 11 milhões, chegou o atacante francês Ribéry. Em dezembro passado, no entanto, ele precisou passar por uma cirurgia no tornozelo. O clube ainda buscou o chileno Erick Pulgar por € 10 milhões e o veterano ganês Kevin Prince Boateng.

Em campo, os resultados não aconteceram. Ou seja, Pedro chegou à sua primeira experiência europeia num cenário altamente hostil. A Fiorentina é 14ª colocada no Campeonato Italiano, com 21 pontos em 19 jogos. Em dezembro, a campanha ruim levou à demissão do técnico Vicenzo Montella, logo após uma goleada de 4 a 1 aplicada pela Roma.

 

 

 

 

 

 

Fonte: O Globo

Comentários

Artigos relacionados

Fechar