Publicidades
Geral

Piauí: Governo vai à Justiça para parar greve dos professores do Estado

O secretário de Governo Osmar Júnior frisou que executivo vai judicializar a greve dos professores do Estado, que estão em mobilização paredista desde o dia 10 de fevereiro.

Presente no corte do bolo de aniversário de 58 anos do governador Wellington Dias, nesta quarta-feira, 05, o secretário garantiu que o governo vai tomar as medidas legais.

“Quanto a questão da greve, todo ato tem consequências legais. As consequências legais naturalmente virão. Quanto a isso não se pode ter dúvida”, disse o secretário de Governo.

O governador Wellington Dias (PT) já havia dito que o estado iria cortar o ponto dos professores grevistas, caso eles não retornem à sala de aula.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) diz que 85% da categoria está parada. O governo, por sua vez, afirma que apenas 20% dos professores aderiram à paralisação.

 “O governo tem sempre estado aberto ao dialogo. Essa semana recebemos a diretoria do Sinte na Secretaria de Educação. A prioridade do governo é a Educação. Tanto é que desde que foi criado o piso o governo sempre reajustou o salário mesmo pagando acima do piso nacional”, disse Osmar Júnior.

Os professores iniciaram na manhã dessa quarta-feira, 04, um acampamento em frente ao palácio de Karnak. Eles garante que só sairão do local quando houver uma resposta mais concisa do governo diante das demandas da categoria que reivindica reajuste no vencimento.

 

 

 

 

 

Fonte: Cidade Verde

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar