Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

Piauí perde 3.693 beneficiários com o fim do programa Bolsa Família

Os impactos da exclusão de 3.693 famílias piauienses do extinto programa Bolsa Família, que agora foi substituído pelo Auxílio Brasil, impacta a economia piauiense em cerca de R$727 mil, levando em consideração o valor médio do benefício de R$197.

O Auxílio Brasil, que é o sucessor do programa social de distribuição de renda, abraçou 456.704 das 460.297 famílias que antes recebiam o valor. Isto impacta o comércio local, além da qualidade de vida de pessoas em situação de extrema pobreza, fato acentuado pela pandemia do novo coronavírus. O Auxílio Brasil, que é o sucessor do programa social de distribuição de renda, abraçou 456.704 das 460.297 famílias que antes recebiam o valor. Isto impacta o comércio local, além da qualidade de vida de pessoas em situação de extrema pobreza, fato acentuado pela pandemia do novo coronavírus.

O vácuo assistencial prejudica principalmente os municípios pequenos do Piauí, que não possuem oportunidades de emprego como os principais centros urbanos. Em todo o Brasil, cerca de 881 mil famílias estão desassistidas, segundo dados enviados pelos governos estaduais.

Vale lembrar que no dia 15 de outubro os governadores de 18 estados brasileiros e do Distrito Federal realizaram uma audiência após acionarem o Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os cortes. O Maranhão perdeu mais de 45 mil famílias do programa assistencial, enquanto que o Rio de Janeiro perdeu mais de 10 mil famílias que também não migraram para o Auxílio Brasil.

O Auxílio Brasil é o novo programa de distribuição de renda de forma direta e indireta para famílias em situação de extrema pobreza. O programa abrange menos pessoas que o extinto Bolsa Família em diversas regiões. O valor afixado para novembro é de R$217,18.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Meio Norte

Comentários

Deixe um comentário

Veja também...