Publicidades
Esportes

Argentina e Colômbia vão sediar Copa América de 2020

O Conselho da Conmebol definiu que a Copa América de 2020 terá sede dupla com Argentina e Colômbia. A fórmula será com dois grupos de seis, um em cada país. A seleção brasileira ficará no grupo Norte, isto é, jogará na primeira fase na Colômbia.

O encontro do conselho ocorreu no Rio de Janeiro, pouco antes da posse do presidente da CBF, Rogério Caboclo. Haverá nesta quarta-feira (10) um congresso da Conmebol no país.

“A Copa América será na Argentina e Colômbia, no mês de junho do próximo ano. O que falta definir é o esquema seguinte à etapa classificatória. Como seria e onde seria”, explicou o presidente da Federação Colombiana, Ramon Jesurún. Ou seja, ainda não há definição sobre onde será a final do torneio.

“É uma solução interessante, é importante variar e inovar. O fundamental é que seja atrativo. Tomara que mais atrativo do que outras edições.”

Foi descartada então a proposta dos Estados Unidos de sediar a competição. Essa oferta norte-americana envolvia cifras consideravelmente maiores para a Conmebol, mas não foi adiante por problemas de relacionamento com a Concacaf (Confederação da América do Norte, Central e Caribe). Jesurún reconheceu que haveria mais dinheiro caso o evento ocorre na América do Norte.

Ao manter a competição na América do Sul, a Conmebol optou por dividi-la em dois grupos, um ao Sul (Argentina) e outro ao Norte (Colômbia) com seis times cada. No grupo do Norte, estarão Colômbia, Brasil, Equador, Peru, Venezuela e um convidado. No outro grupo, ficarão os seis países restantes.

Fonte: Folhapress

Comentários

Artigos relacionados

Fechar