Publicidades
ManchetePolícia

Suzane von Richthofen saiu da prisão para o Natal e no Ano Novo

Suzane von Richthofen foi condenada pelo assassinato de seus pais em 2002 e saiu da prisão na manhã de terça-feira (22) e ficara Natal e Ano Novo. Esta será a primeira e única saída temporária que Suzane e presos obtiveram do regime semiaberto este ano. Por conta da pandemia do coronavírus, a receita foi suspensa em março deste ano.

Como outros prisioneiros, Susanna usa uma máscara protetora contra o coronavírus na saída da unidade. Ela encontrou uma mulher no portão da prisão e entrou no carro para deixar o local.

Além de Susanna, Anna Carolina Jatobá (Anna Carolina Jatobá), que foi condenada pela morte de sua enteada Isabela Nardoni (Isabela Nardoni), e seu marido Marcos Matsunaga (Marcos Matsunaga) condenados por assassinato e esquartejamento Prisioneiros como Elize Matsunaga, acusados do crime, também têm o direito de sair temporariamente e deixar a prisão na manhã de sexta-feira.

No Natal e no Ano Novo, os presos semiabertos no Estado de São Paulo terão 15 dias de licença temporária – cinco dias a mais que nos anos anteriores. Os presos semiabertos têm previsão de saída do presídio na terça-feira (22) e seu retorno está previsto para as 18h do dia 5 de janeiro.

No final deste ano, o prazo de renúncia era de 10 dias, mas de acordo com a “Lei da Assembleia Provincial”, o período de renúncia deste ano foi prorrogado. cada ano, os presos semiabertos têm direito a 35 dias de férias fora do sistema prisional.

Informações G1

Comentários

Artigos relacionados

Fechar
Fechar